Pérez fecha sexta-feira na frente com 1-2 da Red Bull em Baku. E Mercedes vai mal

Em tarde de ótima performance, Sergio Pérez foi o mais rápido do treino livre 2 e da sexta-feira (4) como um todo no Azerbaijão. Max Verstappen, o melhor do TL2, foi o segundo colocado no treino da tarde, sendo seguido por Carlos Sainz e Charles Leclerc. Enquanto Red Bull e Ferrari foram bem, a Mercedes esteve irreconhecível

Castroneves passou Palou para vencer a Indy 500 (Vídeo: NBC)

A imagem do treino livre 1 do GP do Azerbaijão de Fórmula 1 se repetiu na segunda sessão desta sexta-feira (4): Red Bull e Ferrari muito bem e Mercedes absolutamente irreconhecível. A equipe taurina, que lidera o Mundial de Construtores com 149 pontos, 1 a mais que a rival Mercedes, fechou o primeiro dia de atividades de pista no circuito de Baku com dobradinha. Sergio Pérez foi o mais rápido da segunda sessão e marcou 1min42s115 como melhor tempo, feito com pneus macios. Max Verstappen completou o 1-2 do time tetracampeão do mundo ao ficar a somente 0s101 do tempo estabelecido pelo mexicano. Carlos Sainz e Charles Leclerc colocaram a Ferrari nas duas posições seguintes, terceiro e quarto, respectivamente. Já a melhor Mercedes, a de Lewis Hamilton, ficou apenas em 11º.

E se Hamilton ficou fora da lista dos dez primeiros, distante 1s041 do tempo registrado por Pérez, Valtteri Bottas foi ainda pior. O vencedor do último GP do Azerbaijão, em 2019, ficou apenas em 16º e foi mais de 2s mais lento na comparação com a marca do líder da sessão. Se o fim de semana em Mônaco já foi difícil para a equipe heptacampeã do mundo, a jornada no circuito azeri se desenha ainda mais difícil.

SERGIO PÉREZ; RED BULL; AZERBAIJÃO; BAKU;
Sergio Pérez foi o mais rápido do treino livre 2 do GP do Azerbaijão (Foto: Francois Nel/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Pierre Gasly foi outro piloto a andar bem nesta sexta-feira. O francês foi o quinto com a AlphaTauri, seguido por Fernando Alonso, que teve um dia bastante positivo na capital do Azerbaijão. Antonio Giovinazzi, embalado com o ponto marcado em Mônaco, chegou a andar até em terceiro na sessão e fechou numa muito boa sétima colocação. Lando Norris, com a McLaren, foi o oitavo, à frente de Esteban Ocon, com o outro carro da Alpine, enquanto Yuki Tsunoda foi bem e concluiu em décimo.

A Fórmula 1 volta a acelerar nas ruas de Baku neste sábado, com o treino livre 3, a partir de 6h (de Brasília), enquanto a classificação está marcada para 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saiba como foi o treino livre 2 do GP do Azerbaijão de Fórmula 1

Pronta para acelerar a partir de 16h (horário local) em Baku, os pilotos tiveram pela frente uma sessão bastante quente, com temperatura ambiente em 28ºC e 49ºC na pista.

Nos primeiros momentos, pilotos e equipes priorizaram os trabalhos com os pneus médios, na sua maioria. Carlos Sainz, como chegou a acontecer no treino livre 1, subiu para a ponta com 1min44s072, seguido por Sergio Pérez e Kimi Räikkönen. Fernando Alonso, com a Alpine, virou 1min43s657, mas com pneus macios.

Quem fez excelente volta foi Pierre Gasly, que virou 1min43s216, com pneus médios, e desbancou Alonso. Verstappen também fez boa volta, mas seu tempo não foi o bastante para deixar o francês da AlphaTauri para trás. Quem superou o dono do carro #10 foi Charles Leclerc, que marcou 1min43s210, somente 0s006 mais rápido que Pierre. Instantes depois, Sainz superou o companheiro de equipe ao registrar 1min43s162.

NICHOLAS LATIFI; FÓRMULA 1; GP DO AZERBAIJÃO; BAKU;
Nicholas Latifi provocou a primeira bandeira vermelha do fim de semana em Baku (Foto: Reprodução)

Até que o treino foi interrompido com bandeira vermelha. Nicholas Latifi enfrentou um problema no carro da Williams e ficou com o carro parado na pista. Inicialmente, a direção de prova acionou a bandeira amarela, mas precisou interromper a sessão pare remover o bólido, que estava em trecho perigoso.

Depois que o treino foi retomado, as equipes priorizaram os trabalhos com pneus macios para a realização das simulações em ritmo de classificação. E, novamente, a Ferrari continuou a voar em Baku. Leclerc virou 1min42s436 e chegou a assumir a liderança, mas foi superado novamente por Sainz, em grande fase nesta sexta-feira. O espanhol cravou 1min42s423, 0s193 mais rápido que o companheiro de equipe.

A surpresa era a presença de Antonio Giovinazzi em terceiro, 0s698 atrás de Sainz. E no momento em que Sergio Pérez chegou a superar o piloto italiano e avançou para terceiro, Charles Leclerc bateu sua Ferrari na barreira de proteção da curva 15. O monegasco conseguiu sair do trecho e voltou para os boxes, mas com a asa dianteira destruída.

Na sequência das voltas rápidas, ‘Checo’ Pérez fez ótimo tempo ao virar 1min42s115 e subiu para primeiro. Logo depois, Verstappen completou a dobradinha provisória da Red Bull com 1min42s216, 0s101 mais lento que o mexicano.

MERCEDES; BAKU; AZERBAIJÃO; LEWIS HAMILTON;
A Mercedes não se achou nesta sexta-feira em Baku (Foto: Mercedes)

Em contrapartida, a Mercedes esteve irreconhecível e muito atrás do esperado nesta tarde. Lewis Hamilton tinha apenas o 11º melhor tempo da sessão, 1s041 mais lento que Pérez. Valtteri Bottas era ainda pior e estava em 16º, a 2s069 do tempo da liderança.

Nos minutos finais, as equipes dedicaram o restante do tempo para os chamados long-runs. O cronograma acabou prejudicado em razão da bandeira vermelha causada por Gasly, de modo que houve um período ainda mais restrito para avaliar a performance dos carros em condições de corrida.

Ao fim de uma hora de sessão, o que se viu no primeiro treino se confirmou na segunda sessão: Red Bull na frente — aí, com a surpresa Pérez à frente de Verstappen —, Ferrari novamente muito forte, com Sainz e Leclerc bem próximos, e a Mercedes muito atrás.

Fórmula 1 2021, GP do Azerbaijão, Baku, treino livre 2:

1S PÉREZRed Bull Honda1:42.115 22
2M VERSTAPPENRed Bull Honda1:42.216+0.10123
3C SAINZFerrari1:42.243+0.12824
4C LECLERCFerrari1:42.436+0.32122
5P GASLYAlphaTauri Honda1:42.534+0.41926
6F ALONSOAlpine1:42.693+0.57824
7A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:42.941+0.82625
8L NORRISMcLaren Mercedes1:43.018+0.90324
9E OCONAlpine1:43.020+0.90523
10Y TSUNODAAlphaTauri Honda1:43.130+1.01525
11L HAMILTONMercedes1:43.156+1.04124
12K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:43.220+1.10523
13D RICCIARDOMcLaren Mercedes1:43.298+1.18323
14L STROLLAston Martin Mercedes1:43.812+1.69721
15S VETTELAston Martin Mercedes1:43.881+1.76622
16V BOTTASMercedes1:44.184+2.06923
17G RUSSELLWilliams Mercedes1:44.557+2.44224
18N MAZEPINHaas Ferrari1:45.593+3.47823
19M SCHUMACHERHaas Ferrari1:46.095+3.98012
20N LATIFIWilliams Mercedes1:46.983+4.8685

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar