Sexto e com mesmo tempo de Albon, Pérez lamenta “falta de vácuo” na Áustria

Sergio Pérez colocou a Racing Point na terceira fila do grid do GP da Áustria, provando a grande performance da ‘Mercedes rosa’ no Red Bull Ring. O mexicano cravou 1min03s868, mesmo tempo de Alexander Albon, que vai largar em quinto por tê-lo feito primeiro. ‘Checo’ se mostrou confiante no ritmo de corrida do RP20, assim como Lance Stroll, nono no grid, que mira pontos

Do fim do grid para o Q3. A Racing Point definitivamente mudou da água para o vinho rosé na temporada 2020 da Fórmula 1. Se na temporada passada Sergio Pérez e Lance Stroll amargaram a eliminação no Q1 da classificação do GP da Áustria, desta vez o clima nos boxes da equipe de Silverstone é bastante distinto graças à performance da ‘Mercedes rosa’. Sergio Pérez vai largar em sexto lugar na primeira corrida do ano depois de ter registrado o mesmo tempo de Alexander Albon, da Red Bull, na tarde deste sábado (4): 1min03s868, com o anglo-tailandês partindo em quinto por ter feito a volta antes. Stroll, tão habituado às eliminações na primeira fase da classificação, vai partir em nono, lado a lado com Daniel Ricciardo, da Renault.

Quando se compara o melhor tempo da Racing Point na classificação do ano passado na Áustria com a desta temporada, a diferença é brutal: 0s921 mais rápido, o que reflete o enorme ganho de performance obtido pela ‘Mercedes rosa’.

Pérez, contudo, deixou transparecer que esperava um pouco mais do seu carro, sobretudo na fase final da classificação. “Encaixei meu tempo no Q2 e nem tanto no Q3. Faltou um pouco de vácuo”, explicou.

Sergio Pérez vai largar em sexto neste domingo (Foto: Racing Point)

“Fiz o mesmo tempo que o Albon, mas acho que fiz um bom trabalho. Acho que foi uma volta limpa. Perdi muito tempo nas retas. Não ter o vácuo acabou me prejudicando”, disse ‘Checo’.

Para o domingo, contudo, o discurso é de bastante confiança. “Nosso ritmo de corrida deve ser competitivo. Estou ansioso para acelerar. Desde que colocamos o carro na pista, ele andou bem. No calor e no frio. Certamente, estamos ali no meio”, aponta.

A grande surpresa da sessão foi a presença da McLaren de Lando Norris na quarta colocação. O britânico virou 1min03s626, 0s242 mais rápido que Albon e Pérez.

“Esperava que a McLaren andasse ali com a gente. Vamos poder oferecer um bom divertimento para os fãs amanhã”, finalizou o mexicano.

Lance Stroll obteve seu melhor grid desde o GP da Itália do ano passado (Foto: AFP)

Stroll, por sua vez, garantiu seu melhor grid desde o GP da Itália do ano passado. O canadense disse que não ficou tão satisfeito com seu tempo no Q3, 1min04s029, mas está confiante em ter um domingo positivo no Red Bull Ring.

“É uma ótima forma de começar a temporada. Minha volta foi limpa, mas mudaria algumas coisas para melhorar o equilíbrio. Estamos em uma boa posição para marcar alguns pontos amanhã”, disse o piloto de 21 anos.

O GRANDE PRÊMIO acompanha em tempo real o GP da Áustria de Fórmula 1, que vai ter largada às 10h10 (horário de Brasília) deste domingo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube