Sirotkin lamenta chance de voltar à Fórmula 1 “ter escapado para sempre”

Sergey Sirotkin nunca se recuperou de ter saído em definitivo do grid da Fórmula 1. O russo explicou que ver a chance escapar para sempre ainda dói diariamente para ter que lidar

Sergey Sirotkin mostrou ainda não ter se recuperado de estar fora do grid da Fórmula 1. O piloto explicou que tinha esperanças de voltar ao grid, mas que a realidade se mostrou diferente e é algo que sempre vai ter que lidar.
 
O russo defendeu a Williams durante a temporada 2018 da categoria. No ano, fez um top-10, terminando a classificação em 20º, e último, com apenas um ponto somado. No campeonato seguinte, foi substituído por Robert Kubica.
 
Mesmo que tenha levado grande patrocínio para o time, que teve uma campanha ainda pior em 2019, o competidor reconheceu que isso só tornou as coisas ainda mais difíceis. 
Sergey Sirotkin é o novo piloto reserva da McLaren (Foto: McLaren)
“Diria que ficou talvez até mais doloroso porque naquele ponto é claro que a Williams não era a mais competitiva, sabia que no próximo ano a situação provavelmente não mudaria drasticamente”, apontou.
 
“Pensei que ter essa diferença de ano talvez tivesse a chance de encontrar uma opção melhor do que tentar brigar com Robert pela vaga”, emendou.
 
“Mas agora, tendo nutrido grandes esperanças, grandes expectativas, e mesmo tendo uma negociação inicial [no primeiro ano na F1], no final não conseguiu atingir o objetivo – depois perdeu mais um ano, você percebe que fazer isso [voltar ao grid] no próximo ano vai ser ainda mais difícil”, seguiu.
 
“E assim percebe que deixou o objetivo escapar para sempre. E, para ser honesto, quando não pensa nisso não dói, mas todo dia você é lembrado disso e não sei, não sou indiferente sobre isso, não é a coisa menos importante na minha vida, então sempre foi doloroso e vai seguir assim”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar