Speed trap: confira velocidades máximas de cada piloto durante GP da Bélgica, 11ª etapa do Mundial de F1 em 2015

Daniil Kvyat tirou o máximo proveito da potência do seu motor Renault para, surpreendentemente, alcançar a maior velocidade final da corrida deste domingo em Spa-Francorchamps ao aferir 317,5 km/h na saída da Eau Rouge

As perspectivas para o GP da Bélgica apontavam para um amplo domínio dos carros equipados com motor Mercedes. De certa forma, isso aconteceu na corrida deste domingo (23) em Spa-Francorchamps, com Lewis Hamilton e Nico Rosberg completando a dobradinha da equipe campeã do mundo e Romain Grosjean, de forma surpreendente — e aproveitando o pneu traseiro direito furado de Sebastian Vettel — para completar o pódio belga.

Mas a boa surpresa do fim de semana foi o grande desempenho de Daniil Kvyat. O russo, que está em ótima fase depois de conquistar seu primeiro pódio na F1, há quatro semanas, em Hungaroring, repetiu a bela performance em Spa para terminar em quarto lugar. O mais surpreendente é que o jovem aproveitou ao máximo a potência do motor Renault, costumeiramente criticado pela cúpula da Red Bull justamente pela falta de potência e confiabilidade.

A Red Bull de Kvyat foi o carro que alcançou a maior velocidade final neste domingo (Foto: Red Bull/LAT Photographic)

Kvyat foi o piloto que alcançou a maior velocidade final deste domingo em Spa. Em sua melhor passagem no ponto que mede as marcas obtidas pelos pilotos, 30 metros à frente da saída da Eau Rouge, o russo cravou 317,5 km/h, indicando que o acerto da Red Bull traçado para seu carro priorizou um menor arrasto aerodinâmico, o que se comprova na comparação com outros carros.

Sergio Pérez, que foi um dos destaques da corrida com a Force India ao terminar em quinto, anotou 313,9 km/h em sua melhor passagem, enquanto Nico Rosberg cravou 313,2 km/h. Na sequência, outro carro empurrado por motor Mercedes, o do vencedor da prova, Lewis Hamilton, que aferiu 313,1 km/h. Felipe Massa, com seu Williams Mercedes FW37, fechou o top-5 com 312,5 km/h.

O piloto mais veloz com motor Ferrari foi Kimi Räikkönen, que cravou 311,8 km/h em sua melhor passagem. Já o melhor piloto de Honda foi Fernando Alonso. A diferença de velocidade no mesmo ponto em relação à marca aferida por Kvyat é bastante significativa. O bicampeão cravou 306,9 km/h em sua passagem mais rápida pela Eau Rouge. Já os carros da Manor Marussia, pilotados por Roberto Merhi e Will Stevens, sequer passaram dos 300 km/h.

F1, GP da Bélgica, Spa-Francorchamps, speed trap:

      km/h
1 26 DANIIL KVYAT 317,5
2 11 SERGIO PÉREZ 313,9
3 6 NICO ROSBERG 313,2
4 44 LEWIS HAMILTON 313,1
5 19 FELIPE MASSA 312,5
6 77 VALTTERI BOTTAS 312,3
7 7 KIMI RÄIKKÖNEN 311,8
8 5 SEBASTIAN VETTEL 310,9
9 8 ROMAIN GROSJEAN 309,5
10 33 MAX VERSTAPPEN 308,9
11 3 DANIEL RICCIARDO 306,9
12 14 FERNANDO ALONSO 306,9
13 55 CARLOS SAINZ JR 305,9
14 22 JENSON BUTTON 305,5
15 12 FELIPE NASR 302,1
16 9 MARCUS ERICSSON 300,2
17 98 ROBERTO MERHI 299,0
18 28 WILL STEVENS 293,0  
19 13 PASTOR MALDONADO 289,0  

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube