Toto Wolff pede “transparência total” e indica judicialização de conflito com FIA

Em nota, o chefão da Mercedes manteve o tom de sua esposa Susie e deu pistas de que pode processar a FIA após semana conturbada

Toto Wolff manteve o tom de sua esposa Susie e pediu transparência após a acusação da FIA de conflitos de interesse. Em nota publicada nesta sexta-feira (8), o chefão da Mercedes se manifestou sobre a semana conturbada envolvendo seu nome.

“Entendemos que existe um interesse significativo da mídia nos eventos desta semana”, começa a nota. “Nós estamos atualmente em uma troca jurídica ativa com a FIA. Esperamos transparência total sobre o que aconteceu e o motivo, e manifestamos reservadamente todos nossos direitos legais”, seguiu.

“Portanto, pedimos a compreensão de que não vamos comentar oficialmente por enquanto, mas, certamente, faremos isso no momento oportuno”, encerrou.

A investigação sobre o casal Toto e Susie Wolff teve início na terça-feira (5). O processo foi aberto após supostas reclamações de outros chefes de equipe da Fórmula 1 sobre as atividades da dupla. Toto é chefe de equipe da Mercedes, enquanto Susie é diretora da F1 Academy, categoria exclusiva a pilotas e que está sob o guarda-chuva da Formula One Management.

F1, FÓRMULA 1, SUSIE WOLFF, TOTO WOLFF, MERCEDES
Toto e Susie Wolff mantiveram o tom crítico em relação à FIA (Foto: Steve Etherington/Mercedes)

A suspeita é de que Toto tenha tido acesso a informações confidenciais de atividades da FOM, algo que outros chefes de equipe não têm, enquanto Susie teria sido informada das principais discussões entre os chefes, o que pode ser de uso da categoria. Uma reportagem feita pela revista Business F1 apontou que um comentário feito por Toto durante uma reunião de chefes virou alvo das reclamações dos adversários, por entenderem que a informação dada só poderia ter vindo da Formula One Management.

As outras nove equipes do grid, então, decidiram se unir em defesa de Susie num movimento inédito: na quarta-feira (6), Red BullFerrariMcLarenWilliamsHaasAlphaTauriAlpineAlfa Romeo e Aston Martin lançaram um comunicado em conjunto negando qualquer participação na investigação e garantindo confiança total na categoria e nos Wolff. O texto ainda serviu para desmentir a informação sobre a reclamação contra o casal.

“Podemos confirmar que não fizemos nenhuma reclamação à FIA sobre a alegação de informações confidenciais sendo compartilhadas entre um chefe de equipe da F1 e uma membra da equipe da FOM. Estamos felizes e orgulhosos em apoiar a F1 Academy e seu diretor administrativo através nosso compromisso em patrocinar um competidor com nossas cores a partir da próxima temporada”, escreveram os times em comunicados publicados também nas redes sociais.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.