Bottas se apega a chances matemáticas, mas diz: “Se eu não for campeão, que seja Hamilton”

Valtteri Bottas venceu, na Turquia, pela primeira vez na temporada 2021 e foi para o terceiro lugar no campeonato. Com isso, manteve as chances de brigar pelo título, algo que o finlandês parece se apegar muito nessa reta final

Quem melhorou e quem piorou na segunda metade de 2021?

Valtteri Bottas está bem longe da briga pelo título, mas ainda possui chances matemáticas de roubar a cena contra Max Verstappen e Lewis Hamilton. A caminho da Alfa Romeo na próxima temporada, o finlandês espera terminar o ano em alta, como se viu na Turquia, quando venceu. Na segunda metade da temporada, por exemplo, já fez mais pontos que os principais postulantes ao título.

Com apenas uma conquista na temporada, Bottas acumula 177 pontos até o momento, 100.5 atrás do líder Verstappen. Apesar de manter o otimismo com as chances, ele espera também que o companheiro Hamilton conquiste mais um título mundial na Fórmula 1.

“Teoricamente, ainda tenho uma chance. Mas se eu não for campeão, que seja o Lewis”, disse Bottas ao site Autosport.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Hamilton e Bottas seguem com chances matemáticas de título (Foto: AFP)

“Como disse semanas atrás, meu principal objetivo é na atual temporada. Temos uma grande missão para cumprir como equipe e preciso manter minha cabeça no lugar”, completou.

Questionado se já visitou a fábrica da Alfa Romeo, em Hinwil, Bottas disse que ainda não foi, mas que mantém contato com o novo time. “Tenho certeza que, em algum ponto, vamos nos falar mais. O objetivo segue na atual temporada”, frisou.

Ainda restam seis etapas para o fim da temporada atual. Outra grande chance da Mercedes neste fim de ano é o título no Mundial de Construtores, que a equipe lidera e já venceu nos últimos sete anos de maneira consecutiva.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar