Bottas culpa “estalo” em traseira do W12 por 8º lugar no grid em Ímola: “Decepcionante”

Valtteri Bottas ficou apenas com o oitavo lugar no grid do GP da Emília-Romanha. O finlandês justificou a falta de performance com um problema ainda não identificado na traseira do carro da Mercedes

Hamilton destrona dupla da Red Bull: veja o resumo do sábado em Ímola

Pole-position no ano passado e forte candidato a repetir o feito neste sábado (17) em Ímola, Valtteri Bottas obteve apenas o oitavo lugar no grid de largada do GP da Emília-Romanha. O finlandês de 31 anos cravou 1min14s898 no Q3 e ficou atrás até mesmo da AlphaTauri de Pierre Gasly e das McLaren de Daniel Ricciardo e Lando Norris. Para ter um comparativo entre os tempos de volta, Bottas foi 0s487 mais lento que Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe na Mercedes, na fase final da classificação.

Bottas também não acompanhou a evolução esperada de tempos que os pilotos conseguem entre o Q1 e o Q3. A melhor marca do nórdico foi obtida na primeira parte da classificação, 1min14s672, a volta mais rápida do Q1 e tempo que lhe daria o quarto lugar do grid. Mas Valtteri regrediu desde então.

Valtteri Bottas foi de protagonista a decepção em apenas um dia em Ímola (Foto: Mercedes)

A performance foi diametralmente oposta à alcançada pelo piloto nos treinos livres de sexta-feira. Valtteri liderou as duas atividades do dia e, até por isso, despontou como um dos favoritos à pole em Ímola, algo que ficou bem longe de acontecer.

Após o treino classificatório, Bottas analisou seu desempenho e encontrou algo para justificar o parco desempenho: a parte traseira do carro, que gerou problemas nas entradas de curvas e causou perda de tempo. Para o piloto do carro #77, sua confiança na parte final da sessão foi minada por conta problema, algo que o impediu de ir além na sessão.

“O oitavo lugar, definitivamente, não era meu objetivo para hoje, especialmente com impressão que tive no começo do treino classificatório. No Q3, na primeira volta, eu entrei na Curva 2 e senti um estalo repentino vindo da traseira do carro, que continuou ao longo do primeiro setor, o que me custou muito tempo”, disse.

“E o mesmo aconteceu na segunda volta rápida, algo nunca tinha acontecido. Simplesmente não conseguia confiar na traseira do carro, e foi algo que não havia sentido durante toda a classificação antes deste episódio. Eu não sei ao certo que aconteceu, então precisamos investigar. Mas, com certeza, foi decepcionante”, lamentou o piloto, ciente que terá de remar muito para conseguir uma boa posição na corrida.

“Isso não foi algo que senti no Q1 e no Q2, então fica difícil de assimilar, teremos de investigar a fundo. Ultrapassar aqui é bem complicado, por conta da pista ser estreita, mas lutarei para dar tudo amanhã”, complementou.

“Foi algo diferente do Bahrein. Agora acontece mais nas entradas das curvas, o que não acontecia antes. Então, sim, nós precisamos olhar primeiramente se tudo no carro está funcionando bem. Pois não está ideal”, finalizou Bottas.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube