Verstappen admite falta de ritmo para lutar com Ferrari e Mercedes e lamenta azar no Q2: “Acontece na F1”

Eliminado no Q2 por conta da bandeira vermelha motivada pelo acidente de Kevin Magnussen, Max Verstappen lamentou o azar na classificação. O piloto da Red Bull reconheceu que não tem ritmo para lutar com Mercedes e Ferrari em Montreal

Max Verstappen não teve um dia de sorte neste sábado (8). O piloto da Red Bull acabou eliminado no Q2 após perder a chance de melhorar seu tempo por conta de uma bandeira vermelha motivada por um acidente com Kevin Magnussen, que bateu no Muro dos Campeões.
 
Com seu melhor tempo em 1min11s800, Verstappen acabou com o 11º posto e reconheceu que deu azar com o revés da Haas.
Max Verstappen foi eliminado no Q2 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Poll)
Paddockast #21
A primeira vez a gente nunca esquece: as vitórias dos maiores nomes do esporte

“Nós tentamos com os médios, o pneu não parecia fantástico para nós, mas também pegamos tráfego”, disse Verstappen à emissora inglesa Sky Sport. “Aí fomos para os pneus macios, mas teve a bandeira vermelha. Foi muito azar”, seguiu.
 
“Acontece na Fórmula 1”, reconheceu. 
 
Isso, no entanto, não é o que mais preocupa. O companheiro de Pierre Gasly previu uma corrida dura pela frente, já que a Red Bull não tem ritmo para encarar Mercedes e Ferrari.
 
“Não estamos realmente no ritmo de Mercedes e Ferrari, então vai ser difícil lutar com eles amanhã”, concluiu.
GRANDE PRÊMIO acompanha todos os treinos livres, a classificação e o GP do Canadá de Fórmula 1 AO VIVO e em TEMPO REAL
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube