F1

Verstappen admite que ficou ansioso por estreia com motor Honda e entrega: “Quase não dormi”

Max Verstappen não escondeu a animação em fazer sua estreia com o motor Honda. O holandês revelou que fazia tempo que não se sentia tão animado em ir para a pista, dizendo até mesmo que quase não dormiu às vésperas de sua estreia
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Max Verstappen ficou verdadeiramente ansioso para fazer a estreia da Red Bull com o motor Honda. O holandês contou que não via a hora de sair para a pista com o carro, revelando até mesmo que não conseguiu dormir na noite anterior.
 
Na temporada 2019, a equipe das bebidas energéticas vai encarar um novo desafio. Deixando para trás o tumultuado relacionamento com a Renault, assumiu a nova parceria com a fornecedora japonesa.
 
E o #33 não poderia ver o novo relacionamento com mais animação. Inclusive, o piloto explicou que sua empolgação começou bem antes dos testes pré-temporada em Barcelona. “Estava muito animado para o dia de filmagem em Silverstone”, falou ao ‘Motorsport’.
 
“Apenas queria sair e sentir como o motor estava se comportando. Na noite anterior quase não dormi. Não ficava animado assim há muito tempo”, continuou.
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Helmut Marko chegou a elogiar Verstappen, dizendo ver o piloto mais maduro em sua abordagem durante os testes no circuito catalão. Mas para Max, foi apenas algo natural. “Apenas estou muito mais animado”, disse.
 
“É um novo projeto com a Honda e tentar entender tudo é muito importante. Testes estão aqui para te preparar da melhor maneira possível para o início da temporada, pois você não tem muito tempo uma vez que o ano começa”, completou.
 
Por fim, Verstappen disse que está impressionado com a maneira “incrivelmente focada e calma” com que a Honda trabalha. “É um começo totalmente novo e todos estão ansiosos para começar a trabalhar juntos e conquistar bons resultados.”
 
“Há um ambiente muito positivo na equipe, e talvez isso é bom para apenas ter nova motivação. Acredito que todos estão ansiosos para começar, e não apenas esse ano, mas também o próximo”, encerrou.