Verstappen elogia teste com pneus de pista molhada, mas destaca condição ‘estranha’ e conclui: “Muito escorregadio”

Max Verstappen não dá respostas muito longas durante entrevistas, mas passa o recado de forma clara. Após o último dia de testes coletivos da primeira sessão da pré-temporada, o piloto da Red Bull disse que gostou de poder ter uma ideia do comportamento do carro e dos pneus na pista molhada logo de cara. Do resultado, gostou um tanto menos. Mas, no geral, gostou do começo de 2017 para o time principal dos energéticos

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Red Bull começou a semana atrás de Mercedes e Ferrari em questão de tempos totais de voltas, mas não é algo que abale Max Verstappen. O jovem holandês viu o teste como natural e resumiu as questões de rendimento apenas em tipos de programa. O segundo lugar nesta quinta-feira (2), último dia da sessão inicial de testes foi um tanto estranho, segundo ele, por ter um dia ensolarado e com pista molhada. Mas até aprovou o resultado.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Verstappen gostou da chance de guiar os pneus de pista molhada – tanto o intermediário quanto o de chuva extrema ainda na primeira semana de atividades. Ainda que tenha sido numa situação climática tão fora do comum, como destaca. Avaliou, porém, que faltou aderência.

 
"Acho que é sempre bom andar um pouco com os pneus para chuva extrema na primeira semana. As condições, óbvio, não são ideais: o sol está brilhando e a pista está molhada. Pelo menos pudemos ter uma primeira ideia dos pneus" disse. "Estava muito escorregadio. Como pilotos a gente sempre quer mais aderência, então vamos falar e trabalhar com a Pirelli em prol disso", afirmou. 
 
Ao fazer uma comparação com os pneus de mesmo naipe do ano passado, destacou a diferença de situação deles para os novos por conta da mudança de regras. "É uma filosofia muito diferente até por causa dos carros. Os pneus são mais largos, então você precisa guiar de uma forma diferente. Mas o carro estava se comportando bem no molhado. Estamos felizes."
Max Verstappen (Foto: Red Bull Content Pool)
Na avaliação desta primeira sessão de testes, então, concluiu, a Red Bull saiu satisfeita. O objetivo era andar bastante – e foram 294 voltas durante os quatro dias -, além de ver o que tinham nas mãos em termos de novas partes. "Claro que para nós o principal era quilometragem e ver se todas as partes estavam bem no carro", falou Max.
 
Max também avaliou o começo da Mercedes, que assente que foi melhor. Mas mostra confiança na recuperação. "Eles começaram com uma vantagem, mas creio que vamos alcançá-los. Para nós foi muito positivo. Tivemos muita quilometragem, e eu consegui conhecer bem o carro, a equipe entendeu bem o novo tipo carro."
 
E, segundo o companheiro de Daniel Ricciardo, não houve surpresas nos primeiros testes. Nem a Ferrari, segundo ainda perguntaram. É uma situação diferente para cada equipe neste início, afinal. "Nenhuma (surpresa). Acho que estava tudo mais ou menos no lugar que esperávamos. Sim (inclusive a Ferrari). Não sabemos o que os outros estão fazendo,então é muito cedo para pensar em resultados", falou.
Max Verstappen (Twitter/Reprodução)
Verstappen despistou quando perguntado onde vê a Red Bull e ainda falou que espera muitas mudanças em todos os times para o começo da temporada. 
 
"Difícil dizer [o quanto vão mudar], porque ainda não sabemos o que os outros estão fazendo em termos de programa. Mas da nossa parte estamos bem felizes", seguiu. "Espero que numa boa direção [o caminho da Red Bull para a semana que vem]. Mas ainda vamos mudar um pouco, tenho certeza. Todas as maiores equipes vão", encerrou o piloto.
 
A segunda sessão de testes de pré-temporada começa em 7 de março. O GRANDE PRÊMIO segue acompanhando AO VIVO, 'IN LOCO' e EM TEMPO REAL.

PADDOCK GP #67 RECEBE OZZ NEGRI E DEBATE TESTES DA F1 EM BARCELONA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube