Verstappen recebe punição por sexta troca de motor na temporada e perde dez posições no grid de largada da Bélgica

O final de semana de Max Verstappen já está dando indícios que as coisas serão complicadas para o piloto. Após fechar o primeiro dia de treinos livres apenas com o 13º tempo, o titular da Toro Rosso recebeu uma punição por usar o sexto motor na temporada, perdendo dez posições no grid

Fechando o dia em Spa-Francorchamps apenas com o 13º tempo, o final de semana de Max Verstappen já se desenhava complicado. E se antes não estava fácil, agora complicou ainda mais. Após os treinos livres realizados nesta sexta-feira (21) o piloto recebeu uma punição por trocar seu motor, perdendo dez posições no grid de largada.
 
A série de falhas nos propulsores cobraram o seu preço, e após uma nova troca, o titular da Toro Rosso está em sua sexta unidade, excedendo o limite máximo imposto pelo regulamento da categoria.
Max Verstappen (Foto: AP)
Ao falar sobre a perda de colocações, Phil Charles, chefe-engenheiro da Toro Rosso, mostrou decepção, afirmando que agora será necessário pensar em uma nova estratégia para o piloto. “recisaremos entender como os pneus se comportam”, afirmou.
 
“Assim pensamos em uma boa estratégia, especialmente para Max, já que ele foi punido pela nova troca de motores. É horrível por ser sua etapa em casa, mas isso é corrida e agora estamos pensando nesse desafio”, completou.
 
Max Verstappen é o terceiro piloto a precisar de um sexto motor em seu carro apenas nesta temporada. Os outros dois são a dupla da McLaren, Fernando Alonso e Jenson Button, que se utilizaram do propulsor na última etapa, na Hungria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube