Verstappen surpreende e lidera 1-2 da Red Bull em primeiro treino marcado por batida de Pérez em Baku. Vettel é terceiro

Nem Mercedes, tampouco Ferrari. A Red Bull deu as cartas no treino livre que abriu o fim de semana do GP do Azerbaijão de F1. O treino foi marcado pelo acidente de Sergio Pérez na estreita curva 8 do circuito azeri. O mexicano, no entanto, nada sofreu

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Red Bull desbancou as favoritas Ferrari e Mercedes e foi a grande força deste primeiro treino livre do GP do Azerbaijão, na tarde de sexta-feira (23) em Baku. Os carros de Max Verstappen e Daniel Ricciardo mostraram muita consistência tanto com os pneus médios como com os supermacios. E terminaram na frente a sessão, com direito a dobradinha: Verstappen cravou 1min44s410 em sua melhor volta, com Ricciardo vindo logo atrás. O líder da temporada, Sebastian Vettel, colocou a Ferrari logo atrás dos carros taurinos, em terceiro. 

Sergio Pérez foi um dos destaques da sessão. Primeiro, o mexicano, que foi terceiro colocado em Baku no ano passado, fez um bom trabalho com uma Force India que parece encaixar bem com o circuito urbano azeri e garantiu o quarto tempo. Mas 'Checo' também foi destacado pela transmissão em razão do forte acidente sofrido na estreitíssima curva 8. Pérez perdeu o controle do carro quando passou por cima da zebra e não evitou o choque contra o muro, destruindo o lado direito do seu carro. O mexicano, no entanto, escapou ileso. Só então veio Lewis Hamilton, que fechou o top-5. Felipe Massa, que chegou a liderar a sessão, foi o oitavo.

O segundo treino do GP do Azerbaijão acontece logo mais, às 10h (hora de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL pelo novo livetiming.

Max Verstappem em ação no primeiro treino do GP do Azerbaijão (Foto: F1/Twitter)

Saiba como foi o primeiro treino livre do GP do Azerbaijão de F1

Com temperatura ambiente em 27ºC e nada menos que 52ºC no asfalto, o primeiro treino livre em Baku começou com as habituais voltas de instalação e checagem das condições do carro e da pista, que ainda estava bastante escorregadia e sem aderência mesmo depois do primeiro treino da F2, minutos antes. Sergio Pérez, com um sensor acoplado no carro da Force India, e Lance Stroll, apresentaram problemas logo cedo, mas que logo foram resolvidos.

O primeiro piloto a registrar tempo em Baku foi Grosjean, que cravou 1min52s952 usando pneus macios. No começo, apenas as Haas do franco-suíço e também de Kevin Magnussen estavam na pista para as primeiras voltas rápidas, com as Williams de Stroll e Massa e as outras equipes vindo na sequência. O brasileiro chegou a assumir a liderança com 1min47s797, depois melhorando para 1min46s907.

Felipe Massa liderou o começo do primeiro treino livre em Baku (Foto: Williams F1/Twitter)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Dentre as equipes que brigam pelo título, a primeira a ir à pista foi a Ferrari, que liberou Vettel e Räikkönen com pneus macios. Mas era Massa quem melhorava ainda mais seu tempo ao alcançar 1min46s722. Ao mesmo tempo, a Mercedes acelerava em Baku e logo se colocava em terceiro com Bottas, que vinha atrás apenas de Massa e de Sebastian Vettel. A Red Bull era a única dentre as equipes em ação com pneus médios, tanto para Daniel Ricciardo como para Max Verstappen. A McLaren vinha com um programa diferente e testava os supermacios com Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne.

Enquanto Bottas sofria com a falta de aderência da pista e rodava, Pérez — pódio em 2016 no Azerbaijão — subia para a ponta. Mas por pouco tempo. Hamilton encaixou boa volta e cravou 1min45s497 para assumir a liderança da sessão. Verstappen aparecia em terceiro. Só as Toro Rosso de Carlos Sainz e Daniil Kvyat não tinham tempos cronometrados.

Verstappen deixou os pneus médios de lado e calçou os supermacios para o segundo stint. Assim, não foi difícil para o holandês assumir a liderança da sessão, ainda assim com marca apenas 0s088 mais rápida que Hamilton, que também começava um novo trecho com os supermacios, assim como Bottas. O finlandês subia para terceiro na tabela de tempos, enquanto Verstappen melhorava ainda mais e anotava 1min44s762.

Fernando Alonso enfrentava as dificuldades já esperadas no circuito de Baku (Foto: McLaren)

A Ferrari seguia na sessão com uma programação diferente e continuava testando os pneus macios: Vettel figurava em quinto lugar, atrás de Verstappen — que marcava 1min44s410 —, Hamilton, Bottas e Ocon, com uma Force India bem encaixada ao circuito de Baku. Räikkönen era o sétimo, uma posição atrás de Pérez.

Pouco depois, Massa superava as duas Ferrari e subia para quinto. Mas o brasileiro caiu para sexto depois que Pérez anotou 1min45s398 e avançou para o segundo lugar da sessão. No entanto, 'Checo' sofreu dois revezes: foi superado por Ricciardo, que emendou a dobradinha da Red Bull, e em seguida acertou o muro da estreitíssima curva 8 e danificou batante o lado direito do seu carro, causando a bandeira vermelha. Antes da batida, Vettel conseguia encaixar uma boa volta para subir para terceiro na sessão.

O treino foi retomado quando restavam pouco mais de seis minutos para o fim. Tempo bastante restrito para que alguém pudesse melhorar de forma significativa suas marcas em Baku. A exceção foi a Toro Rosso, que evoluiu com seus dois pilotos. Kvyat foi o melhor deles, subindo para décimo. Verstappen se consolidou como o mais rápido do treino do início desta tarde na capital azeri, num surpreendente bom desempenho da Red Bull perante Ferrari e Mercedes.

#GALERIA(7086)

F1, GP do Azerbaijão, Baku, treino livre 1: 

1   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:44.410    19
2   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:44.880 +0.470  22
3   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:44.967 +0.557  20
4   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:45.398 +0.988  16
5   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:45.497 +1.087  16
6   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:45.737 +1.327  19
7   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:45.752 +1.342  24
8   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes 1:45.968 +1.558  25
9   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:46.000 +1.590  18
10   26 Daniil KVYAT RUS Toro Rosso Renault 1:46.617 +2.207  11
11   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:46.649 +2.239  28
12   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:46.721 +2.311  23
13   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:46.837 +2.427  22
14   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:47.217 +2.807  21
15   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:47.446 +3.036  22
16   25 Carlos SAINZ JR ESP Toro Rosso Renault 1:47.501 +3.091  13
17   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda 1:47.551 +3.141  20
18   27 Jolyon PALMER ING Renault 1:48.525 +4.115  15
19   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:49.048 +4.638  19
20   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:49.937 +5.527  21
          Tempo 107% 1:51.719 +7.309  
                 
Recorde Nico ROSBERG ALE Mercedes 1:42.520 18/06/2016  
Melhor volta Nico ROSBERG ALE Mercedes 1:46.485 19/06/2016  

NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube