F1

Vettel culpa até vento, mas assume erro por rodada no Bahrein e reconhece: “Não foi uma boa noite”

Sebastian Vettel admitiu o erro cometido que, na prática, lhe tirou a chance de vencer o GP do Bahrein após duelo com Lewis Hamilton. O tetracampeão entende que até o forte vento em Sakhir acabou por atrapalhá-lo na manobra. Vettel ainda lamentou por Charles Leclerc: “Era a corrida dele”

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré

O domingo (31) do GP do Bahrein tinha tudo para ser da Ferrari, com Charles Leclerc e Sebastian Vettel partindo da primeira fila. Mas a dobradinha endereçada à dupla, com o jovem monegasco rumo à vitória, virou pesadelo na metade final da corrida. Primeiro foi Seb, que cometeu um erro durante batalha com Lewis Hamilton e rodou sozinho, danificando os pneus. Depois, ao voltar à pista, acabou sofrendo com a asa dianteira quebrada e viu cair por terra qualquer chance de um bom resultado. Depois foi Leclerc que, vítima de uma falha no motor da Ferrari, perdeu a oportunidade de vencer pela primeira vez na F1.
 
Vettel cruzou a linha de chegada em quinto lugar, duas posições atrás de Leclerc. Hamilton, com quem Seb duelou na metade final da prova, levou sorte com o revés do monegasco e venceu de forma improvável no Bahrein. Em termos de campeonato, o resultado foi muito ruim para a Ferrari como um todo e para o alemão em particular. O tetracampeão soma 22 pontos e está em quinto lugar no Mundial, atrás de Valtteri Bottas (44), Hamilton (43), Max Verstappen (27) e Leclerc (26). 
 
A Ferrari viu a Mercedes disparar na liderança do Mundial de Construtores com 87 pontos, contra 48 da escuderia de Maranello.
Vettel teve uma noite de domingo bastante complicada no Bahrein (Foto: Reprodução)
Ao fim da corrida, Vettel não escondeu a sua decepção e culpou até o vento pelo erro cometido, mas admitiu que falhou na manobra com Hamilton em Sakhir.
 
“Difícil. Sofremos todos nós em vários pontos. Sofri no primeiro stint e depois, com os pneus médios, foi ok. No geral, não foi a corrida que queria ter, não foi o ritmo que deveríamos ter tido hoje”, lastimou.
 
“E aí veio o incidente, cometi um erro com a rodada, então não foi uma boa noite”, disse. 
 
 
“Foi um erro meu”, acrescentou Vettel. “O vento provavelmente não ajudou, talvez o fato de Hamilton estar à frente, não sei. Perdi o carro muito de repente quando rodei e era tarde demais. Tive tantos danos nos pneus que acabei enfrentando vibrações, o que causou o problema na asa dianteira”, complementou.
 
Questionado sobre a batalha com Leclerc nas primeiras voltas, quando o monegasco passou Vettel para retomar a liderança depois de perdê-la na largada, o alemão lembrou que enfrentou problemas com os pneus macios com os quais iniciou a prova.
 
“Foi muito difícil. Percebi depois de meia volta que seria difícil. O carro estava muito difícil de pilotar, mas acho que Charles sofreu menos. Ele conseguiu me acompanhar e me ultrapassar”, comentou o tetracampeão.
 
Vettel ainda aproveitou para exaltar o trabalho feito por Leclerc ao longo de toda a corrida. “Não tenho certeza sobre o que vi na TV, mas sinto muito por Charles. Por favor, diga a ele que ele fez uma excelente corrida, muito forte, e que ele deveria ter vencido. Acho que ele levou muito azar porque era sua corrida, então não dá pra ficar feliz com o resultado”.
 
“No geral, foi uma noite decepcionante ao largar na frente e não terminar onde nós queríamos”, finalizou Vettel.