Vettel diminui declaração do presidente e diz que “não há grande plano de reação” na Ferrari após problemas recentes no motor

Sebastian Vettel tratou de garantir que o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, está bem mais manso do que mostrou em entrevista após o GP da Malásia. Segundo o tetracampeão, não há nada demais acontecendo em termos de mudança na equipe italiana

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Após os problemas que Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen tiveram com os motores durante o fim de semana do GP da Malásia e Singapura, o presidente Sergio Marchionne, da Ferrari, prometeu mudanças. Segundo Sebastian Vettel, no entanto, nenhuma grande alteração está acontecendo na equipe italiana.

 
Vettel admitiu que também leu a afirmação feita por Marchionne para o jornal italiano 'La Gazzetta dello Sport', mas com o que tem notado de movimentação na Ferrari diminuiu o conteúdo e até disse que acha que a afirmação foi tirada de contexto. O tetracampeão garantiu que não há nada demais acontecendo, especialmente porque não foram problemas operacionais.
 
"Eu escutei isso também, não dele [Marchionne], mas da imprensa. Então não tenho certeza de que foi colocado no contexto correto", disse. "Mas o que acontece na pista, fica na pista. O problema que eu tive em Singapura não é muito alguma coisa para a qual dê para tomar alguma atitude", afirmou.
 
"Tivemos um problema na Malásia que parou Kimi e eu, então é normal tentar entender as coisas e que tenhamos uma troca de pessoal, mas sabendo o que anda acontecendo internamente sei que não há pânico e nenhum grande plano de reação. Talvez seja mais uma coincidência de eventos com a entrevista, mas até onde eu sei nada grande está acontecendo", afirmou.
Sebastian Vettel (Foto: AFP)
Sobre os problemas de motor vistos na Malásia, Vettel acredita que tudo foi resolvido para o GP do Japão – mas certeza mesmo só no dia do treino de classificação. 
 
"Temos uma boa compreensão [do problema], mas ainda estamos tentando entender o panorama completamente. Só faz alguns dias que aconteceu, então partes do carro foram para a fábrica para que entendamos toda a situação, mas tenho certeza de que não será um problema", seguiu. "Ainda vamos ter que voltar ao carro com aquele câmbio, o que será no sábado, para ver se está tudo bem, mas deve estar OK pelo que eu ouvi", encerrou.
 
Kimi Räikkönen também concordou com o otimismo sobre a resolução das questões com o motor. "Já entendemos o que falhou e obviamente foi consertado. Ninguém pode prometer que não vai acontecer de novo, mas eu realmente duvido que irá", falou.
 
GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 no Japão AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.
HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube