Em busca da felicidade, Vettel diz que “projeto divertido” motivou ida para Aston Martin

A longo prazo, Sebastian Vettel só pensa em ser feliz. Para o próximo ano, a meta é se divertir e voltar a ser competitivo a bordo do carro da Aston Martin, novo nome da Racing Point em 2021

Ao mesmo tempo em que conta os dias para encerrar o calvário que vive na Ferrari, Sebastian Vettel já sonha com vida nova na sua futura equipe, a Aston Martin, novo nome da Racing Point a partir da temporada 2021 da Fórmula 1. Em entrevista ao podcast ‘Beyond the Grid’ (além do grid, em tradução livre), no canal oficial da categoria, o tetracampeão revelou que Lawrence Stroll, dono da equipe, foi crucial para convencê-lo a aceitar novo desafio em razão de um projeto totalmente novo.

“Lawrence o fez, e há o fato de que a equipe está crescendo. Houve muitos fatores”, salientou o alemão de 33 anos.

Sebastian Vettel Racing Point
Sebastian Vettel está empolgado com o que chama de “projeto divertido” da Aston Martin (Foto: Racing Point)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Esses fatores foram fáceis de assinalar, em termos de performance, quanto às corridas: onde a equipe está, onde a equipe pode estar, o potencial e assim por diante… Mas, ainda mais, era a mentalidade e a vontade de realmente fazer algo, e fazer algo de bom, juntar algo”, disse.

O piloto comparou a futura equipe com a casa a qual está prestes a sair ao fim de 2020. “Parece um projeto divertido, algo do qual decidi fazer parte. É muito diferente da Ferrari, muitas coisas vão acontecer pela primeira vez”.

Enquanto em Maranello Vettel está perto de sair de cena sem arrependimentos, mas com o gosto amargo do fracasso por não ter conquistado o objetivo de conquistar o título mundial, na futura Aston Martin o tetracampeão acredita que vai ser um elemento importante para elevar o patamar nesta nova era da equipe de Silverstone na Fórmula 1.

“É uma jornada incrível e desafiadora para toda a equipe e, com a minha adesão, espero poder contribuir com muitas coisas e fazer bem feito dentro e fora do carro”, ressaltou.

De maneira mais filosófica, Vettel foi questionado sobre seus objetivos a curto e longo prazo. Muito além da Fórmula 1, Seb lembrou o que deseja alcançar.

“A curto prazo, estou mudando de equipe. Por mais que seja difícil esperar algo, tenho coisas na minha mente que quero alcançar e com as quais me comparo. Isso é normal. Mas é ser feliz, crescer e basicamente nunca parar de aprender. Estar contente com quem você é”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube