Enigmático, Vettel se arrepende de “brigas que não deveria ter comprado” na Ferrari

Sebastian Vettel não lamenta tanto os erros na pista nos anos de Ferrari. O que o alemão realmente faria diferente tem a ver com questões internas, como brigas “que não valiam a pena”

Sebastian Vettel deixa a Ferrari ao fim de 2020 sem poder dizer que cumpriu seus objetivos. Mesmo vencendo com frequência ao longo de seis temporadas, o título nunca veio com o carro vermelho. Com a transferência para a Aston Martin apenas meses distante, o momento é de reflexão para o tetracampeão, que sente que cometeu erros em Maranello. Só que não na pista: Vettel se arrepende mesmo é de alguns acontecimentos de bastidores.

“Não acho que vou sair com arrependimentos, mas é verdade que falhei”, disse Vettel, entrevistado no podcast ‘Beyond the Grid’. “Eu determinei o objetivo de ser campeão pela Ferrari. Falhei, não consegui isso. Há algumas coisas que eu poderia fazer melhor, coisas que talvez eu devesse perceber antes, algumas brigas que eu não deveria ter comprado. De qualquer forma, acho que são coisas que me trouxeram ao ponto em que estou agora”, seguiu.

Vettel não entra em detalhes sobre quais brigas não valeram a pena. O alemão se resume a dizer que, caso soubesse antes o resultado final, teria evitado certos embates em Maranello.

FÓRMULA 1; F1; SEBASTIAN VETTEL; FERRARI;
Sebastian Vettel não conseguiu os resultados que queria na Ferrari (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Olhando para trás, elas [brigas] não valiam a pena, se você me entende. Provavelmente foi algo natural para mim e acho que tive razão em algumas dessas brigas. No fim das contas, é assim que você amadurece e aprende. O importante é que não tenho uma sensação de arrependimento e que estou feliz por ir em frente”, destacou.

Briga interna não é o que vem à cabeça do público quando se pensa em derrotas de Vettel na Ferrari. O piloto ficou marcado por erros, principalmente de 2018 para cá, que custaram resultados preciosos. Seb, entretanto, dá de ombros para esses.

“Não estou falando de coisas que aconteceram na pista. Muitas pessoas dizem que perder controle do carro em Hockenheim em uma pista meio seca, meio molhada foi o ponto baixo, mas não falo de coisas assim. Falo mais do que aconteceu fora [da pista]. Se eu for justo e duro, sim, eu fracassei. Houve motivos? Provavelmente sim, mas não os aceito como desculpa. Suponho que as coisas que aconteceram me levaram ao novo passo adiante”, destacou.

A própria Ferrari decidiu não renovar com Vettel para 2021. O piloto passou meses flertando com uma aposentadoria precoce, mas tudo mudou por causa da Aston Martin, atual Racing Point. Com o tetracampeão livre no mercado, a equipe rompeu o contrato de Sergio Pérez. Dessa forma, a marca britânica entra na F1 com Seb ao lado de Lance Stroll. Em Maranello, Carlos Sainz Jr. é quem vira companheiro de Charles Leclerc.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube