Vettel diz que volta no Q3 foi “tímida”, mas celebra pole de Leclerc e “situação ótima para amanhã” da Ferrari

Sebastian Vettel pensa que o mais importante do treino classificatório no Bahrein foi colocar a Ferrari nas duas primeiras posições do grid. O alemão felicita Charles Leclerc, 0s3 melhor para alcançar uma pole inédita

Sebastian Vettel não conseguiu acompanhar Charles Leclerc em termos de voltas rápidas, mas isso não traz qualquer tristeza. O alemão, segundo melhor no treino classificatório deste sábado (30) no Bahrein, gostou de ver a equipe italiana alcançar o melhor resultado possível e derrotar a dupla da Mercedes.
 
“Talvez eu tenha sido um pouco tímido demais no segundo setor”, reconheceu Vettel. “Mesmo assim, o Charles fez um trabalho muito bom hoje e merecer estar na pole-position. Isso nos deixa em uma situação ótima para amanhã. O principal é que hoje a gente tenha dado conta do recado”, apontou.
Sebastian Vettel não foi pole, sendo superado por Charles Leclerc (Foto: AFP)

A classificação de Vettel não foi perfeita, apesar da felicidade expressada. O tetracampeão pegou tráfego na primeira volta do Q2 e, para não correr risco de eliminação, precisou fazer uma tentativa extra. Dessa forma, o Q3 do alemão foi com apenas um conjunto de pneus disponível, ao contrário de Leclerc, com dois.

 
Ao alcançar a dobradinha, a Ferrari se coloca em condições de dar o troco na Mercedes, que começou em grande forma ao vencer o GP da Austrália de forma incontestável. Valtteri Bottas disparou na liderança, enquanto Vettel ficou lento a ponto de ser superado por Max Verstappen e precisar de ordens de equipe para não ser superado por Leclerc na briga pelo quarto lugar.
 
O GP do Bahrein tem largada marcada para 12h10 (de Brasília) deste domingo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar