Vettel exalta Greta Thunberg: “É incrível que a juventude esteja comprometida”

Escolhida pela renomada revista ‘Time’ como Personalidade do Ano, a ativista sueca Greta Thunberg, de apenas 16 anos, foi muito elogiada por Sebastian Vettel. Em uma entrevista ao diário suíço ‘Blick’, na qual abordou de tudo, o tetracampeão elogiou a iniciativa dos jovens em tornar o mundo melhor. Ao mesmo tempo, o piloto da Ferrari disse não ter muitas esperanças na política: “Tudo caminha de forma muito lenta”

Escolhida pela revista norte-americana ‘Time’ como Personalidade do Ano em 2019, a ativista sueca Greta Thunberg, de apenas 16 anos, tornou-se mundialmente conhecida por conta da defesa do meio-ambiente. Ao mesmo tempo em que coleciona desafetos, como Donald Trump e Jair Bolsonaro, a adolescente ganha a simpatia de importantes personalidades, como Leonardo DiCaprio. Outro admirador do engajamento de Greta é Sebastian Vettel, tetracampeão mundial de F1.

 
O piloto da Ferrari deu uma entrevista ao diário suíço ‘Blick’, na qual abordou vários temas além do esporte: desde ativismo social, política e veganismo. O alemão exaltou a iniciativa da ativista sueca ao tornar ampla a sua luta pela defesa do meio ambiente.
Sebastian Vettel se mostrou um admirador do trabalho feito por Greta Thunberg (Foto: Ferrari)
Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Não teria problema algum em almoçar com ela, mas não sei se ela queria sentar para almoçar comigo”, brincou o piloto. “Na sua opinião, não sou exatamente um modelo a seguir, mas acho que é incrível que a juventude esteja comprometida. E também é necessário que alguém se levante e dê um passo adiante”, declarou o tetracampeão.

 
“Cada um de nós pode e deve fazer algo”, complementou Vettel.
 
Seb revelou também seu descrédito com a política como um todo pela maneira como é conduzida. “Vamos deixar a política de lado. Não tenho muitas esperanças, tudo caminha de forma muito lenta. Claro que estou ciente do que acontece no mundo, mas [política] não é a minha”.
 
O piloto também revelou que chegou a tentar, por cerca de um mês e meio, uma rotina semelhante a que adota Lewis Hamilton quanto a uma vida mais sustentável. “A experiência vegana começou em 2018, durou umas seis semanas e aprendi muito. Não existe uma dieta adequada, cada pessoa é diferente e reage de maneira muito distinta”.
 
“O que não gosto sobre esses temas é que as pessoas julgam muito rápido. Eu agora como menos carne e presto mais atenção à qualidade dos produtos. Agora há mais verdura no meu prato”, admitiu o piloto.

Carregando…

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar