F1

Vettel minimiza erro na Alemanha e vê Singapura como revés que definiu perda do título para Hamilton

Sebastian Vettel reconhece que a batida no GP da Alemanha foi custoso, mas pensa que foi outra corrida que definiu o rumo do campeonato a favor de Lewis Hamilton. O alemão destaca Singapura, quando a Ferrari começou a sofrer para encontrar rendimento
Warm Up, da Cidade do México / VITOR FAZIO, de Berlim / EVELYN GUIMARÃES, do Hermanos Rodríguez
 Lewis Hamilton (Foto: AFP)
A imagem de Sebastian Vettel parado contra a barreira de pneus de Hockenheim talvez seja a mais icônica para representar a derrota para Lewis Hamilton na temporada 2018. O alemão perdeu 25 pontos de uma vez e viu o britânico vencer em uma reação que já indicava a vinda do quinto título, confirmado neste fim de semana no México. Refletindo sobre a temporada, porém, Sebastian concluiu que a derrota na Alemanha nem foi a pior de todas: foi em Singapura, quando o ferrarista foi terceiro, que o campeonato fugiu de controle.
 
A corrida noturna, teoricamente favorável para a Ferrari, teve nova vitória de Hamilton. Vettel já sentia os sintomas de uma queda de rendimento que o atormentaria também nos GPs da Rússia e do Japão.
 
“Para mim, foi mais Singapura [que definiu a perda do título]”, disse Vettel. “Acho que de Singapura em diante nós simplesmente não tivemos o ritmo para acompanhar a Mercedes durante algumas corridas, além de algumas outras coisas que aconteceram e não nos ajudaram e nos impediram de somar pontos por erros que nós cometemos, erros que eu cometi. Isso não ajudou”, ponderou.
Sebastian Vettel tem o revés de Singapura como o mais decisivo do ano (Foto: Ferrari)
“Não posso ser tão duro comigo mesmo com o que aconteceu da Alemanha. Eu cometi erros muito maiores esse ano, mas aquele claramente foi o mais custoso. Infelizmente faz parte do automobilismo. Você força um pouco, mas talvez force demais. Fiz isso na curva errada. Mas tudo bem, isso já está para atrás e eu não estou pensando muito nisso. É parte do automobilismo e acontece com os outros. Sofrer para encontrar ritmo nas últimas semanas provavelmente foi mais custoso”, lamentou.
 
Além da Alemanha, Vettel também cometeu erros graves nos GPs da Itália, do Japão e dos Estados Unidos. As três corridas citadas tiveram rodadas do piloto durante briga por posição, forçando recuperações e entregando resultados favoráveis para Hamilton.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br