Vettel se mostra conformado com perda do campeonato e reconhece que “isso é parte do jogo”

Perder o campeonato de 2018 não parece ter afetado muito Sebastian Vettel. Após o GP do Brasil, o alemão reconheceu que nem sempre é o mesmo piloto que se coloca como o imbatível e que isso faz parte do jogo

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

Sebastian Vettel se mostrou um tanto quanto conformado com o desfecho da temporada 2018. No domingo (11), após o GP do Brasil, o titular da Ferrari reconheceu que nem sempre dá para vencer e que isso é parte do jogo.
 

O alemão começou o campeonato muito forte e em diversas oportunidades batendo a Mercedes. Entretanto, com uma sucessão de erros – próprios e da equipe, viu o caneco ficar nas mãos de Lewis Hamilton.
Sebastian Vettel (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Questionado sobre como se sentia após ter uma temporada como 2018, o piloto foi direto em sua resposta. “Claro, não é ótimo, mas isso é parte do jogo. Não pode ser só um cara ou uma equipe que vence”, falou em coletiva com presença do GRANDE PRÊMIO.
 
“É bom para um cara no final do ano e não é bom para outro, mas isso faz parte do jogo, mas obviamente que estamos trabalhando duro para sermos o cara e a equipe a estarem no topo no próximo ano”, completou.
 
O GP do Brasil também foi longe de ser ideal para Sebastian. Após largar na segunda colocação, o piloto terminou apenas em sexto, reconhecendo que teve m dia difícil e problemas com os pneus.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube