F1

Vitória de Hamilton e atuação tímida da Ferrari no GP do Brasil dão Mundial de Construtores para Mercedes

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas terminaram respectivamente em primeiro e quinto em Interlagos. O resultado foi suficiente para a Mercedes garantir o penta no Mundial de Construtores, um novo feito na era hegemônica na F1
Warm Up, de São Paulo / VITOR FAZIO, de Berlim
 Lewis Hamilton comemora vitória que dá mais um título de Construtores à Mercedes (Foto: Mercedes)
O quinto título da Mercedes já é realidade. A equipe alemã, que largou no GP do Brasil deste domingo (11) precisando apenas evitar uma perda de 12 pontos para a Ferrari para ser campeã do Mundial de Construtores, fez o dever de casa: com Lewis Hamilton em primeiro e Valtteri Bottas em quinto, a conquista foi confirmada sem sustos.
 
O resultado em Interlagos leva a Mercedes aos 620 pontos. A Ferrari, terceira com Kimi Räikkönen e sexta com Sebastian Vettel, vai aos 553. A diferença é de 67 pontos, isso com 43 em jogo em Abu Dhabi.
1, 2, 3, 4, 5: a Mercedes voltou a levar o Mundial de Construtores (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
O quinto título de equipes da Mercedes também é o quinto em sequência. A Mercedes dá um novo passo na hegemonia que dura desde a introdução dos motores híbridos, em 2014. De lá para cá, só os prateados venceram o Mundial, seja entre equipes ou entre pilotos.
 
O título da Mercedes, aliado ao de Hamilton no México, significa que a F1 vai a Abu Dhabi apenas com brigas de meio de tabela em aberto. Atrás da Red Bull, confirmada em terceiro, a Renault ainda precisa carimbar o provável quarto lugar – a vantagem sobre a Haas, quinta, é de 24 pontos, e isso entre duas equipes que não costumam pontuar muito.

A próxima etapa da F1 é o GP de Abu Dhabi, marcado para 23 de novembro.