carregando
F1

Xangai suspende GP da China enquanto durar epidemia de coronavírus

Governo local anunciou que todas as atividades esportivas estão suspensas por conta da epidemia de coronavírus, o que afeta diretamente a realização do GP da China, marcado para acontecer no dia 19 de abril. Fórmula 1 deve anunciar decisão oficial em breve

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
O Governo de Xangai anunciou nesta quarta-feira (5) que suspendeu todas as atividades esportivas na província por conta do surto de coronavírus. A decisão afeta o GP da China de F1, marcado para acontecer no dia 19 de abril.
 
A realização da corrida está suspensa e a F1 tomará uma posição oficial em breve. O surto já matou quase 500 pessoas e contaminou 25 mil na China.
 
Com a prova indisponível para acontecer em abril, as outras alternativas são de cancelamento ou realocações para outubro. Uma data está disponível no dia 4 entre os GPs da Rússia e do Japão, enquanto outra aparece livre no dia 18, antes do GP dos Estados Unidos.
A largada do GP da China (Foto: Mercedes)
O Governo também comunicou que organizações esportivas devem formar programas de prevenção e controle da doença, além de recomendações para a população em caso de sintomas como febre, tosse, falta de ar e outras anormalidades.
 
O surto também forçou o cancelamento do eP de Sanya da Fórmula E, que estava marcado para acontecer no dia 21 de março.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.