Tsunoda exalta AlphaTauri, mas reconhece que ainda não “mostrou o esperado” na Fórmula 1

Yuki Tsunoda ainda não conseguiu imprimir resultados constantes em sua primeira temporada na Fórmula 1. No entanto, o piloto japonês tem boas memórias do GP da Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps, próxima etapa do calendário

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTubeGP | GP2

RETROSPECTIVA ALPHATAURI F1 2021: VAI ATÉ ONDE GASLY LEVAR

Depois de uma boa nona posição no GP do Bahrein, em sua estreia na Fórmula 1, Yuki Tsunoda viveu altos e baixos na categoria. Desde batidas, abandonos e muitas declarações infelizes, o único japonês do grid investiu até mesmo em uma mudança para Itália — mais precisamente para Faenza, cidade sede da AlphaTauri — para tentar aprimorar seu rendimento. E, embora tenha sentido uma certa melhora, ele entende como sua inconsistência comprometeu os resultados em algumas oportunidades.

“A primeira metade da temporada foi interessante e agradável, mas muitas coisas foram inesperadas para mim”, disse o piloto de 21 anos, em comunicado oficial da AlphaTauri.

“Não fui o que pensava que poderia ser antes do início da temporada. Tive muitos altos e baixos e, algumas vezes, meu desempenho foi bastante inconsistente”, seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Yuki Tsunoda reconhece que ainda é inconsistente (Foto: Red Bull Content Pool)

A equipe pertencente ao ‘guarda-chuva’ da Red Bull, no entanto, foi a única a marcar pontos em todas as 11 provas até aqui, com Pierre Gasly garantindo sua melhor posição no GP do Azerbaijão com o terceiro lugar. A etapa mais recente, no Hungaroring, teve Tsunoda em uma ótima sexta colocação, sua melhor na temporada. Por isso, o dono do carro #22 vê bons sinais para esta segunda metade do campeonato.

“No geral, estou muito feliz porque consegui marcar pontos, ajudando AlphaTauri a ser a única equipe a pontuar em todas as corridas neste ano. Precisamos manter isso agora, no início do segundo semestre”, declarou ele.

E, para consolidar seu pensamento, o estreante tem boas lembranças do circuito de Spa-Francorchamps, próxima parada do calendário. Isso porque, depois de um pódio na Fórmula 3 em 2019, no ano seguinte, ele marcou o melhor tempo, garantiu a pole-position e, depois de uma punição à Nikita Mazepin na corrida, levou a vitória no circuito belga pelo campeonato da Fórmula 2. São memórias que, para ele, serão importantes agora que é um competidor da maior categoria do automobilismo.

“É muito bom começarmos a correr de novo em Spa-Francorchamps, porque tenho muito boas memórias desta pista. No ano passado na Fórmula 2, venci a corrida largando da pole-position e, no ano anterior, na Fórmula 3, foi aqui que consegui meu primeiro pódio na categoria”, explicou Tsunoda.

“Eu gosto da pista, então estou ansioso. Será ainda mais especial por eu estar lá em um carro de Fórmula 1 pela primeira vez”, concluiu.

Tsunoda está na 13ª posição do Mundial de Pilotos, com 18 pontos. Gasly tem 32 tentos de vantagem e ocupa a oitava colocação. Já a AlphaTauri, com 68, é a sexta no Mundial de Construtores.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar