De olho na F1, campeão da F3 Japonesa assina com ART para disputar temporada 2015 da GP2

Nobuharu Matsushita será o companheiro de equipe de Stoffel Vandoorne na ART em 2015. Piloto de 21 anos foi campeão da F3 Japonesa no ano passado com seis vitórias, conta com apoio da Honda e sonha com lugar na F1

Tem japonês novo sonhando com vaga na F1. Em 2015, Nobuharu Matsushita chega ao automobilismo europeu para competir na GP2 de olho em um lugar na principal categoria do planeta.
 
O piloto de 21 anos foi campeão da F3 Japonesa em 2014 e assinou com a consagrada equipe ART, de Nicolas Todt, para correr na GP2 neste ano.
 
Matsushita, que conta com apoio da Honda, terá um bom ponto de referência dentro da equipe: o belga Stoffel Vandoorne, vice-campeão da categoria no ano passado e pupilo da McLaren. Vandoorne é tido como um dos principais favoritos ao título em 2015.
 
O japonês, que também tem no currículo outro título de base no país do sol nascente, o da F-Challenge em 2012, teve seu primeiro contato com o carro da GP2 no fim de 2014 em um teste com a ART em Abu Dhabi.
Nobuharu Matsushita vai defender a equipe ART na GP2 (Foto: F3 Japonesa/Divulgação)
“Em primeiro lugar, eu gostaria de agradecer à ART por me dar a chance de correr na GP2. Estou honrado por fazer parte da ART, que é um dos times de mais prestígio na promoção de jovens pilotos”, comentou Matsushita.
 
“A GP2 me dá a chance de correr contra grandes rivais, seguindo o calendário da F1 ao redor do mundo. Este é um grande desafio para mim, mas estou determinado a fazer o meu melhor, já que a GP2 é a melhor maneira de chegar à F1, meu sonho desde a infância”, admitiu.
 
Diretor da equipe de GP2 da ART, Sébastien Philippe disse que Nobuharu tem muita experiência no automobilismo japonês e destacou que o fato de o piloto ter ficado no top-10 no primeiro teste da categoria é bastante positivo. “Ele vai ter muitas coisas para descobrir e aprender, e o começo da temporada vai ficar marcado como uma fase de aprendizado para ele. Mas a ART tem plena confiança em suas qualidades. Com Vandoorne ao seu lado, ele também tem o companheiro ideal”, falou.

A temporada da GP2 nos dias 18 e 19 de abril com a realização da rodada dupla do Bahrein, no circuito de Sakhir.

IDADE PESA NAS PISTAS?

Segundo colocado no Mundial de MotoGP em 2014, Valentino Rossi mostra que é possível atenuar os efeitos da idade e prolongar o auge de um atleta no esporte a motor. Além disso, Jenson Button e Tom Kristensen garantem que o aspecto físico não prejudica. Mas é preciso tomar cuidado especialmente com a motivação, como destaca o australiano Mark Webber, que deixou a F1 aos 37 anos no fim de 2013.

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube