Fittipaldi celebra pódio na Itália e mira terceira colocação na Fórmula 2 2022

Enzo Fittipaldi conquistou seu sexto pódio em 2022 na Fórmula 2 no último domingo (11) em Monza enquanto Gabriel Bortoleto e Dudu Barrichello pontuaram na FRECA. Confira tudo o que disseram os pilotos brasileiros após o fim de semana de corridas

FELIPE DRUGOVICH É CAMPEÃO DA F2 #DrugoDay | Briefing

Enzo Fittipaldi aproveitou os erros dos rivais e acertou na estratégia para conquistar seu sexto pódio na temporada de 2022 da Fórmula 2 no último domingo (11) na Itália. Largando apenas na 15ª colocação, o piloto da Charouz escapou de acidentes na pista e aproveitou o safety-car para fazer sua parada. O brasileiro cruzou a linha de chegada na quarta posição, mas herdou o terceiro posto com a desclassificação do japonês Ayumu Iwasa.

“Esperávamos uma corrida movimentada, talvez não tão movimentada assim, mas o suficiente para sabermos que ter frieza e traçar uma boa estratégia seria o diferencial”, contou Fittipaldi. Largando da 15ª posição, aproveitei as chances de fazer ultrapassagens e, juntamente com a equipe, acertamos o timing da troca de pneus”, explicou Enzo.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Enzo Fittipaldi terminou corrida principal da F2 em Monza em 3º (Foto: Dutch Photo Agency)

LEIA MAIS: Aston Martin oficializa Drugovich como reserva e projeta estreia em TL1 de Abu Dhabi

“Nossa meta era, pelo menos, um 5º lugar para finalizar esta rodada dupla de Monza. Saímos, na verdade, com o sexto pódio da temporada, então posso dizer que estou muito contente com o resultado e animado para a ‘season finale’ em Abu Dhabi. Vamos com tudo!”, celebrou o brasileiro.

Em suas redes sociais, Fittipaldi traçou como objetivo terminar a temporada da Fórmula 2 na terceira posição. Com o resultado na Itália, o brasileiro ocupa atualmente a sexta colocação com 126 pontos, empatado com o australiano Jack Doohan e o indiano Jehan Daruvala. Os três estão a nove pontos do americano Logan Sargeant no terceiro posto.

Felipe Drugovich confirmou o favoritismo e garantiu o título de 2022 na corrida sprint. Théo Pourchaire ocupa a segunda colocação e precisaria de um fim de semana desastroso para perder o vice-campeonato, já que tem 29 pontos de vantagem para Sargeant. A Fórmula 2 retorna agora entre os dias 18 e 20 de novembro para o encerramento da temporada de 2022 nos Emirados Árabes Unidos.

Brasileiros pontuam na etapa da FRECA na Áustria

Dudu Barrichello teve mais um bom fim de semana na Fórmula Regional Europeia by Alpine na Áustria. O brasileiro fez sua melhor classificação e largou na segunda posição para a corrida 1. A prova foi realizada com chuva e Dudu optou por não trocar os pneus quando a pista secou, e acabou na quinta posição, seu terceiro top-5 consecutivo.

“Foi um dia muito produtivo! Consegui meu melhor quali na Europa, largamos da segunda fila para a corrida 1 na Áustria. Sabíamos que a pista estava molhada, mas que ela secaria ao longo da prova, então apostamos em um setup de pista seca com os pneus de pista molhada, era uma estratégia arriscada, mas poderia ser muito benéfica para nós. Infelizmente não saiu como a gente esperava, mas conseguimos terminar dentro do top5 e somar bons pontos!”, afirmou Barrichello após a corrida 1 no Red Bull Ring.

Na segunda classificação, o piloto da Arden teve sua melhor volta anulada por exceder os limites de pista e acabou apenas com a 11ª posição no grid. Em uma prova marcada por interrupções, Dudu conseguiu galgar algumas posições para terminar na oitava posição e mais uma vez pontuar na FRECA.

Dudu Barrichello pontuou novamente na Áustria (Foto: Dutch Photo Agency)

“Carro estava muito bom no quali, uma pena ter perdido a melhor volta por track limits. Na corrida não tivemos muita oportunidade de avançar, afinal as bandeiras amarelas foram muito longas, mesmo assim conseguimos chegar ao top10 com uma bela manobra na curva 6. Feliz com a evolução do carro e da minha pilotagem nas últimas etapas. O ritmo estava bom durante o fim de semana todo, feliz demais pela minha primeira pole no grupo no sábado”, comemorou o brasileiro.

Com o resultado, Barrichello ocupa atualmente a 12ª posição na classificação da categoria, com 39 pontos conquistados. Outro brasileiro na categoria, Gabriel Bortoleto não pontuou na primeira corrida, mas celebrou o quinto lugar na prova seguinte que o coloca na sexta colocação geral antes das duas últimas etapas da Fórmula Regional Europeia by Alpine.

“P5 na corrida de hoje, vamos continuar trabalhando para as duas últimas etapas!”, disse Bortoleto em suas redes sociais. O piloto da R-Ace volta às pistas entre os dias 14 e 16 de outro para a etapa da Espanha, no Circuito da Catalunha.

Negrão termina no pódio, mas vê Toyota tomar liderança do Mundial de Endurance

O brasileiro André Negrão chegou na quinta etapa da temporada de 2022 do Mundial de Endurance na liderança com a Alpine, mas sabia que seria difícil segurar a Toyota nas 6 Horas de Fuji. Negrão contou que o Balanço de Desempenho (BoP) acabou desfavorecendo o time francês, mas comemorou o fato de terem a possibilidade de brigar pelo título do WEC até o final.

“À parte todas as vantagens que eles já tinham, o BoP nos tirou bastante performance e limitou muito o que poderíamos fazer nesta prova. Tanto que novamente tivemos que fazer um pit stop a mais. Mas felizmente iremos para a etapa final, no Bahrein, com chances de sermos campeões – e só isso já é um resultado espetacular nas condições atuais. A equipe fez um trabalho fantástico e estou certo de que iremos manter a pressão sobre eles na corrida final”, disse André.

André Negrão foi ao pódio em Fuji (Foto: Paulo Maria / DPPI)

Com o resultado, o trio Brendon Hartley/Ryo Hirakawa/Sébastien Buemi do Toyota #8 assumiu a ponta do campeonato com 121 pontos. A Alpine tem o mesmo número de pontos, mas perde nos critérios de desempate. O Mundial de Endurance encerra sua temporada no dia 12 de novembro, com as 8 Horas do Bahrein.

Fraga pontua nas duas provas do DTM em Spa-Francorchamps

No DTM, Felipe Fraga levou sua Ferrari duas vezes aos pontos na Bélgica. Na primeira corrida em Spa-Francorchamps, o brasileiro completou na sétima posição. Já na corrida 2, Felipe fechou em oitavo, mas viu o companheiro de equipe, o neozelandês Nick Cassidy vencer pela primeira vez na categoria de carros de turismo alemã.

“Foi um final de semana difícil para mim, mas, olhando para o lado positivo, terminei duas corridas nos pontos e a equipe venceu a corrida 2 com o Nick! Vamos para a próxima”, disse Fraga em suas redes sociais. O DTM retorna nos dias 24 e 25 de setembro, para a etapa da Áustria no Red Bull Ring.

Câmara leva pódio, mas tem fim de semana difícil na Áustria

Rafael Câmara se complicou na disputa pelo título da Fórmula 4 italiana. O brasileiro até conquistou um pódio na corrida 2, mas terminou as duas outras corridas sem pontuar. Na primeira prova, Câmara largou na pole, mas um toque com o britânico Taylor Barnard o jogou para o fim do grid e o piloto da Prema terminou apenas em 17º.

Na segunda corrida, Rafael completou na segunda posição, atrás apenas do italiano Andrea Kimi Antonelli, que lidera a F4 italiana. Largando na sétima posição, o brasileiro mais uma vez acabou se envolvendo em um incidente na pista e caiu para a 32ª colocação. Câmara ainda chegou a fazer uma bela prova de recuperação, terminando na 14ª posição, mas não o suficiente para pontuar.

Rafael Câmara fez prova de recuperação no Red Bull Ring (Foto: Prema)

“Foi uma pena ter perdido o bico logo no início, os pilotos diminuíram a velocidade drasticamente e não tive muito o que fazer. Fico feliz pela velocidade que mostramos e pelo pódio de ontem. Agradeço a Prema pelo excelente carro e agora vamos focar em Monza”, afirmou Câmara.

Com o resultado, Rafael agora tem uma desvantagem de 61 pontos para Antonelli, e viu o irlandês Alex Dunne se aproximar na terceira colocação, apenas quatro pontos atrás. A Fórmula 4 italiana retorna entre os dias 7 e 9 de outubro para a etapa de Monza.

Faria conquista pódio na penúltima etapa da GB3

Na etapa de Brands Hatch da GB3, a Fórmula 3 britânica, o brasileiro Roberto Faria pontuou nas duas primeiras corridas, mas longe das primeiras colocações. O piloto da Carlin se recuperou na última prova, e obteve seu sexto pódio na temporada com um terceiro lugar e se manteve vivo na busca pelo terceiro lugar na classificação do campeonato.

“Foi um fim de semana de altos e baixos, que felizmente terminou com um resultado positivo. Tive uma classificação complicada, o que prejudicou as duas primeiras corridas. Terminei a corrida 1 em 18º e a corrida 2 em 9º, resultados longe do que eu julgo como bons. Mais do que nunca, a corrida 3 precisava ser diferente. Fui focado em assegurar a terceira posição no campeonato”, relatou Faria.

“Brands Hatch não é uma pista fluida e sim muito travada, eu estava largando da sétima posição, então sabia que deveria aproveitar as chances e foi o que fiz. Foi uma corrida movimentada, mas tive duas boas largadas e, olhando para o fim de semana no geral, capitalizei bons pontos para o campeonato. Donington é a próxima e última etapa e estou confiante de que conseguirei finalizar com chave de ouro”, concluiu Roberto.

Com os resultados do fim de semana, Faria ocupa a quarta posição com 305,5 pontos, sete a menos do que o britânico Callum Voisin. A GB3 encerra a temporada de 2022 com a segunda etapa de Donington entre os dias 15 e 16 de outubro.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 2 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.