Doohan lidera último teste coletivo da Fórmula 2 em 2021. Drugovich fecha em 2º

Jack Doohan, que vai correr pela Virtuosi em 2022, liderou a última atividade da Fórmula 2 no ano. Felipe Drugovich novamente andou bem e ficou em segundo

HAMILTON TEM RAZÃO AO DIZER QUE GP DE ABU DHABI FOI MANIPULADO?

A Fórmula 2 finalmente encerrou suas atividades em 2021 neste sábado (18), com a última sessão de testes coletivos disputados em Abu Dhabi. E viu o novato Jack Doohan, que vai pilotar pela Virtuosi em 2022, liderar o treino, com a marca de 1min36s110, obtido ainda pela manhã.

A parte da tarde, porém, teve Felipe Drugovich, da MP Motorsport, na frente. O brasileiro cravou 1min36s139 pela manhã e ficou com a segunda melhor marca do dia em Yas Marina. Ontem, Felipe já tinha ficado na frente dos demais competidores.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Felipe Drugovich em ação nos testes em Abu Dhabi (Foto: Fórmula 2)

Ralph Boschung, da Campos, fechou o dia na terceira posição, seguido por Liam Lawson e Logan Sargeant, ambos da Carlin. Théo Pourchaire, Jehan Daruvala, Roy Nissany, Marcus Armstrong e Dennis Hauger fecharam o top-10 do dia em Yas Marina.

O brasileiro Guilherme Samaia também participou dos testes com a equipe Charouz e teve desempenho discreto. Pela manhã, ficou em 20º lugar, com 1min37s388. Durante a tarde, ficou apenas em 19º, mas sem conseguir melhorar o próprio tempo.

A Fórmula 2 vai contar, no próximo ano, com o maior calendário de sua história. A temporada começa nos dias 18 a 20 de março, no Bahrein, e termina em novembro, novamente em ABu Dhabi. Serão 12 rodadas duplas ao longo do cronograma, montando assim 24 corridas.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar