Leclerc resiste em final de prova complicado, vence em Jerez e garante título da temporada 2017 da F2

O título da F2 era questão de tempo para Charles Leclerc, mas o monegasco tratou de tirar as chances dos rivais com três provas ainda restando para o fim do campeonato, vencendo em Jerez. Sérgio Sette Câmara pontuou pela quinta vez seguida

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A vitória que garantiu o merecidíssimo título da temporada 2017 da F2 foi uma das mais dramáticas que Charles Leclerc teve no ano. Dominante o campeonato inteiro, o monegasco buscou o sexto triunfo neste sábado (7) em Jerez, mas teve bem mais trabalho do que o de costume.

Com ritmo fraco nas voltas finais e sofrendo com a falta de aderência, Leclerc precisou se virar para conter os ataques dos adversários. Partindo da pole e dominando boa parte da prova, o monegasco chegou a andar mais lento até do que alguns retardatários, o que serviu para causar uma confusão nos metros finais.

No fim, conseguiu segurar Oliver Rowland por apenas 0s2, mas o suficiente para bater justamente seu rival mais perigoso na luta pelo campeonato. Leclerc, assim, abriu 68 pontos para o britânico, distância irreversível nas três corridas que restam.

Charles Leclerc venceu a corrida em Jerez e o título da F2 (Foto: F2)

A reta decisiva da corrida foi tão apertada que Antonio Fuoco, depois de ter largado em 15º e feito grande prova de recuperação, também chegou colado em Leclerc. Foram apenas 0s9 separando os companheiros de Prema.

Nicholas Latifi voltou a fazer uma boa prova e ficou com a quarta colocação, seguido pelo russo Artem Markelov, que segue na briga pelo vice-campeonato. Jordan King, que não faz uma segunda metade de campeonato consistente, foi o sexto.

Luca Ghiotto chegou na oitava colocação, seguido pelo estreante espanhol Álex Palou, que vai largar na pole com o grid invertido neste domingo. Nabil Jeffri finalmente conseguiu anotar seus primeiros pontos do ano e foi o nono, seguido pelo brasileiro Sérgio Sette Câmara, que teve uma corrida complicada, mas pontuou pela quinta vez consecutiva.
 

HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube