Lundgaard fica de quarentena em hotel na Espanha e desfalca ART em testes da F2

A ART Grand Prix tem um desfalque de última hora para a sessão de pré-temporada que a F2 vai promover no Bahrein a partir do próximo domingo. O dinamarquês Christian Lundgaard, que faz sua estreia na categoria de acesso à F1 neste ano, está retido num hotel de Tenerife, nas Ilhas Canárias, Espanha, por determinação do governo local, que busca evitar a expansão do novo coronavírus. O piloto, contudo, não apresenta sintomas da doença

O novo coronavírus, batizado tecnicamente como Covid-19, continua fazendo com que o esporte como o todo tenha de mudar o planejamento inicial nesta época do ano. A expansão da doença pela Ásia e Europa levou a uma série de cancelamentos e eventos marcados para os próximos dias. O Campeonato Suíço de futebol, por exemplo, foi suspenso. No automobilismo, os testes da Super Fórmula japonesa, marcados para 24 e 25 de março, em Fuji, foram cancelados. A pré-temporada da F2, agendada entre 1º e 3 de março, em Sakhir, no Bahrein, está mantida, mas um piloto do grid da categoria é desfalque de última hora: Christian Lundgaard.
 
O dinamarquês de 19 anos, que vai fazer sua estreia na F2 correndo pela equipe francesa ART Grand Prix, também é piloto da Academia da Renault. E, nos últimos dias, participou de um treinamento de inverno em Tenerife, cidade localizada nas Ilhas Canárias, na Espanha, ficando hospedado em um hotel quatro estrelas da localidade. Por determinação do governo local, todos os hóspedes têm de ficar em quarentena para evitar a propagação do novo coronavírus. 

Christian Lundgaard está de quarentena em hotel de Tenerife, mas sem sintomas do coronavírus (Foto: Reprodução)
Assim, Lundgaard está retido pelas próximas duas semanas em Tenerife, assim como todos os outros hóspedes, estimados em mais de 700, de acordo com a agência de notícias Reuters. O europeu, contudo, não apresenta nenhum sintoma do coronavírus no momento. A informação foi revelada nesta manhã de sexta-feira pela ART Grand Prix.
 
"Lamentamos que, por verdadeiros motivos de força maior, o piloto dinamarquês Christian Lundgaard não poderá participar dos testes oficiais da Fórmula 2 no Bahrein entre os dias 1° e 3 de março. Ao longo da última semana, Christian participou de um treinamento de inverno organizado pela Academia da Renault em Tenerife. Entretanto, ele ficou retido na ilha após a expansão do coronavírus em seu hotel”, informou a equipe.
 
“Christian foi checado por especialistas médicos e está bem, sem apresentar sintomas do Covid-19. Mesmo assim, as autoridades governamentais determinaram que todos os hóspedes do hotel precisam ficar em quarentena por duas semanas, uma precaução contra o vírus", acrescentou a ART Grand Prix.
 
A situação lembra o que aconteceu recentemente com os passageiros a bordo do cruzeiro Diamond Princess, que ficou duas semanas ancorado em Yokohama, no Japão, por motivos de quarentena. Cinco passageiros do transatlântico morreram após serem infectados pelo novo coronavírus.
 
Em entrevista à agência de notícias, o britânico Christopher Betts relatou a situação dos hóspedes do hotel em Tenerife. “Estamos bem, mas muito entediados. Não podemos ir a lugar algum, apenas aos restaurantes para tomar chá ou café. Está tudo muito quieto”, contou.

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube