Retrospectiva 2019: Morte trágica de Hubert na Bélgica abala Fórmula 2

Anthoine Hubert era um dos nomes talentosos da Fórmula 2, mas teve a vida interrompida no dia 31 de agosto ao ser acertado pelo carro de Juan Manuel Correa em Spa-Francorchamps. O mundo do automobilismo se sensibilizou com a partida do piloto francês, que foi campeão da GP3 em 2018

A temporada 2019 da Fórmula 2 ficará eternamente marcada por Anthoine Hubert. O piloto francês faleceu no dia 31 de agosto de 2019 após um acidente na segunda volta da corrida 1, disputada em Spa-Francorchamps, na Bélgica. Foi a primeira morte da história da F2, e algo que não acontecia na principal categoria de acesso da F1 desde 1995, quando Marco Campos morreu em Magny-Cours.
 
Um dos talentos do automobilismo francês, Hubert teve uma trajetória mais atrasada em comparação à Pierre Gasly e Esteban Ocon, nomes que já atingiram a Fórmula 1. Porém, sua moral veio alta para a Fórmula 2 por conta do título conquistado na GP3 em 2018. Assinou com a Arden, que não era uma das grandes equipes do grid.
 
A estreia de Hubert foi ótima, com o quarto lugar na corrida 1 no Bahrein. Mesmo sem o equipamento suficiente para competir contra Nyck de Vries, Nicholas Latifi e outros, sempre marcou presença na categoria com grandes pilotagens, como o sexto e o quinto lugar conquistados em Barcelona.
Anthoine Hubert (Foto: FIA F2)
Seu primeiro triunfo na F2 veio em Mônaco, e de forma dramática. Ele largou na pole da corrida 2 e liderou todas as voltas, mas não tinha pneus suficientes no fim e passou a ser ameaçado por Louis Delétraz, que cruzou a linha de chegada apenas 0s059 atrás do francês. Uma grande vitória em um dos grandes palcos do automobilismo mundial.
 
Correndo em casa, conquistou aquela que seria sua última vitória na F2. Largou na pole da corrida 2 e liderou as 21 voltas em Paul Ricard. Curiosamente, o segundo colocado daquela prova foi justamente Juan Manuel Correa, envolvido no acidente fatal. Antes da fatídica corrida, Hubert encarou sua pior fase no campeonato, com seis provas fora dos pontos. 
 
A classificação em Spa também não foi promissora, com apenas o 13º lugar no grid. Sua largada naquele 31 de agosto foi discreta, mantendo a posição de grid na primeira volta. No giro seguinte, saiu da Eau Rouge e viu Dorian Boccolacci frear de forma brusca para evitar o choque com Giuliano Alesi, que perdeu o controle, bateu na barreira de pneus e voltou para a pista.
Anthoine Hubert (Foto: FIA F2)
Hubert saiu pelo lado direito e colidiu contra o muro. Seu carro foi ricocheteado de volta para a pista com impacto. Correa não diminuiu a velocidade e acertou a Arden #19 do francês em cheio. O cockpit se partiu e a morte foi confirmada menos de duas horas após a batida.
 
O impacto da morte de Hubert foi grande no mundo do automobilismo, com homenagens no mundo inteiro, incluindo uma bela cena de respeito antes da corrida da F1 disputada naquele mesmo circuito e vencida por Charles Leclerc, um dos amigos pessoais do jovem francês que teve a vida interrompida.
 
Além de Hubert, a história da recuperação de Juan Manuel Correa foi uma das mais interessantes do ano. O equatoriano ficou internado por vários dias na UTI e precisou de uma recuperação muito difícil para não ter o pé amputado. O piloto promete que vai retornar, inclusive pelo legado do ex-companheiro de pista.

Hubert ficará eternamente marcado na Fórmula 2, inclusive com seu nome virando prêmio para o melhor novato da temporada. Ele era favorito para ficar com o posto em 2019, que foi para as mãos de Guanyou Zhou, também piloto da academia da Renault.

 

Apoie o GRANDE
PRÊMIO
: garanta o
futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior
mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América
Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa
grande equipe produz conteúdo diário e pensa em
inovações constantemente, e não só na
internet: uma das nossas atuações está na
realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu
apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que
oferecem, tenha à disposição uma série de
benefícios e experiências exclusivas, e faça parte
de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto
nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar