Sem dinheiro para competir, iSport deixa GP2 em 2013. Escuderia levou Senna ao vice-campeonato

O dono da iSport, Paul Jackson, afirmou que está apenas esperando uma ligação de um comprador para concretizar a venda da equipe. O dirigente lamentou não ter conseguido atrair pilotos endinheirados para 2013

Campeã da temporada de 2007 da GP2, quando levou Timo Glock ao título, a iSport está deixando a categoria. O chefe da escuderia, Paul Jackson, revelou nesta sexta-feira (22) que não conseguiu o orçamento necessário para disputar o campeonato neste ano e por isso está apenas esperando uma ligação de um comprador para vender toda a estrutura.

“Ontem à tarde eu recebi uma oferta de compra dos carros e de nossa vaga na GP2”, revelou. “Agora eu estou esperando uma ligação para confirmar que essa é uma oferta legítima, a qual eu acredito que seja, e que o dinheiro já está separado para nos pagar”, declarou o dirigente à revista inglesa ‘Autosport’.

Senna pilotou para a iSport em 2007 (Foto: GP2)

Jackson explicação que a única razão de não competir em 2013 é não ter conseguido atrair dois pilotos com o orçamento necessário. De acordo com a publicação inglesa, era preciso € 1,8 milhão (cerca de R$ 4,5 milhões) para que a equipe continuasse. Como não houve um acordo, o dirigente optou por vender o time ao invés de começar o campeonato sem a certeza de que poderá terminá-lo.

“Nós não estamos preparados para arriscar nossos negócios começando a temporada sem sabermos se vamos terminá-la e sofrer com alguma crise na metade. É obviamente uma situação muito, muito triste. Nós tentamos todas as soluções e decidimos que não podemos cometer suicido comercial”, afirmou.

O chefe da equipe, porém, afirmou que pode voltar às pistas em outra categoria caso tenha os recursos necessários. “A economia obviamente está muito complicada, mas nós estamos em uma posição que não devemos nada a ninguém, então queremos resolver nossa situação em cooperação com a GP2 e depois nos mudarmos para um novo projeto, quando conseguirmos esfriar a cabeça”, disse.

“Nós somos uma equipe com boa reputação, tanto nos padrões de engenharia quanto no pagamento de contas. E nós queremos manter isso no futuro”, completou.

A iSport surgiu a partir do espólio da equipe Petrobras Junior da F3000 e logo se estabeleceu como um dos principais times da GP2. Desde o advento da categoria, a escuderia levou nomes como Timo Glock, Scott Speed, Bruno Senna, Karun Chandhok e Giedo van der Garde à F1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube