Três brasileiros, Gelael com #1 e ausência de Sette Câmara: o grid da F2 para 2020

A Trident fechou o grid para a temporada 2020 da Fórmula 2 ao confirmar os nomes do israelense Roy Nissany e do japonês Marino Sato. O Brasil vai ser representado na categoria de acesso à F1 por três pilotos: Pedro Piquet, Felipe Drugovich e Guilherme Samaia. E, pela primeira vez desde 2017, Sérgio Sette Câmara não está inscrito para disputar a F2

Está definido o grid da Fórmula 2 para a temporada 2020. Na última quinta-feira (27), a Trident confirmou os nomes do israelense Roy Nissany e do japonês Marino Sato, completando assim a relação de 24 pilotos que vão disputar a categoria de acesso à F1 neste ano. A temporada começa entre 21 e 22 de março, no Bahrein. O país insular também recebe a única sessão de testes de pré-temporada, entre domingo e terça-feira (1º e 3 de março).
 
Dentre os quatro primeiros colocados no grid da F2 na temporada passada, apenas um está inscrito para 2020: o italiano Luca Ghiotto, que vai correr pela nova equipe Hitech GP. O campeão Nyck de Vries compete na Fórmula E desde o fim do ano passado como piloto da Mercedes, enquanto Nicholas Latifi é o novo titular da Williams para 2020. 
 
Sergio Sette Câmara, quarto colocado no último campeonato, alcançou o objetivo de conseguir a superlicença e, depois de ter participado do teste de pré-temporada da Indy com a Carlin, assinou como piloto reserva e de testes da Dragon na Fórmula E. O mineiro vai acelerar nos testes de novatos da classe dos carros elétricos no próximo domingo, em Marrakech.

 
São três os brasileiros inscritos no grid da F2 em 2020. Felipe Drugovich vai estrear pela na MP Motorsport, equipe que foi a primeira de Sette Câmara na categoria. O piloto vai formar dupla com o experiente japonês Nobuharu Matsushita, protegido da Honda. Pedro Piquet, que assim como Drugovich sobe da F3 para a F2, vai defender a Charouz e terá como companheiro de equipe o suíço Louis Delétraz, que correu pela Carlin no ano passado.
 
Guilherme Samaia completa a trinca brasileira. O paulista, último campeão da F3 Brasil, em 2017, estava na Euroformula Open até o ano passado. Samaia vai competir pela equipe Campos e terá ao seu lado o britânico Jack Aitken, membro da Academia da Renault.
 
Sem Sette Câmara e Latifi, a forte equipe francesa Dams, campeã entre as equipes no ano passado, tem novos nomes para 2020. O indonésio Sean Gelael, de 23 anos, vai para sua quinta temporada na categoria de acesso. O piloto vai usar o numeral #1 e vai ter como companheiro de equipe o britânico Dan Ticktum, que tem uma nova chance na carreira depois de perder o lugar no Red Bull Junior Team.
 
Já a ART Grand Prix, equipe que ajudou a levar De Vries ao título no ano passado, vai contar com dois estreantes na categoria: o neozelandês Marcus Armstrong, membro da Academia de Pilotos da Ferrari e vice-campeão da F3 no ano passado, e o dinamarquês Christian Lundgaard, integrante da Academia da Renault e sexto colocado na F3 em 2019.
 
Dentre as novidades, a Carlin definiu como sua dupla para 2020 o japonês Yuki Tsunoda, membro do programa de jovens da Red Bull, assim como o indiano Jehan Daruvala, os dois também oriundos da F3. O penúltimo degrau antes da F1 promoveu também o campeão, o russo Robert Shwartzman, que vai correr pela Prema ao lado do alemão Mick Schumacher.
 
Outra novidade é a presença da HWA, que comprou a Arden e estreia na F2 com o veteraníssimo russo Artem Markelov, que faz parte do grid da categoria de acesso à F1 desde 2014, e de Giuliano Alesi, filho de Jean Alesi, que faz seu segundo ano na classe e segue como piloto da Academia da Ferrari.
 
A temporada 2020 da Fórmula 2 vai ter um total de 24 corridas, divididas em 12 rodadas duplas, e termina em 29 de novembro com o desfecho da etapa de Abu Dhabi.

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube