F2 cria campanha para celebrar Hubert um ano após morte e reitera aposentadoria do #19

Anthoine Hubert será relembrado por F1, F2 e F3 em Spa-Francorchamps. Um ano após a morte, as categorias correm com adesivos nos carros e prometem realizar minuto de silêncio

O fim de semana do GP da Bélgica traz tristes memórias de 12 meses atrás, quando um forte acidente na Fórmula 2 levou à morte de Anthoine Hubert. Com a categoria retornando ao autódromo de Spa-Francorchamps, o momento é de homenagens: o fim de semana terá uma campanha envolvendo F1, F2 e F3 para saudar o francês.

A campanha se dará principalmente através do uso de adesivos com ‘AH19’ – as iniciais do nome de Hubert mais o número do carro na temporada 2019. Além disso, minutos de silêncio serão observados tanto no sábado quanto no domingo.

“Em um sinal de união, as equipes da F1, F2 e F3 vão mostrar o logo em seus carros ao longo do fim de semana, mostrando que o Anthoine sempre fará parte de nossa família”, explicou a F2 através de comunicado. “Um minuto de silêncio será respeito antes da corrida de sábado, com a família da F2 relembrando Anthoine e mostrando apoio inabalável. No domingo, a F1 também vai ter um minuto de silêncio antes do GP”, seguiu.

A Fórmula 2 criou logo que vai virar adesivo nos carros de cada equipe (Foto: Reprodução)

A categoria também reiterou a aposentadoria do número #19 como definitiva. A categoria já tinha anunciado a medida no começo do ano, mas sem deixar claro se haveria um retorno no futuro. A medida é inédita no campeonato.

Hubert era um piloto em franca ascensão em 2019. Piloto ligado à Renault, o francês fazia uma temporada de estreia promissora na F2, conseguindo duas vitórias nas provas de grid invertido. O sonho da F1 chegou ao fim em 31 de agosto de 2019: Anthoine foi surpreendido por Giuliano Alesi, que bateu na Eau Rouge e voltou ao traçado. Para desviar do carro desgovernado, o francês foi direto contra a barreira de pneus da Raidillon, poucos metros adiante. Já quase estacionário, o piloto foi atingido em cheio por Juan Manuel Correa, causando o sempre temerário impacto em ‘T’.

Anthoine foi transferido para o centro médico de Spa-Francorchamps, onde morreu aos 22 anos. Correa sobreviveu, mas com lesões graves nas duas pernas, que ainda impedem o retorno às pistas. As consequências do acidente fizeram a FIA repensar a barreira de pneus no trecho.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube