Beckmann se aproveita de punições a Viscaal para vencer corrida 2 da F3 na Hungria

Bent Viscaal passou em primeiro na corrida 2 no Hungaroring, mas duas punições fizeram a vitória cair no colo de David Beckmann. Enzo Fittipaldi chega em 9º e consegue primeiros pontos na Fórmula 3 em 2020

O domingo (19) na Hungria começou com a pista molhada e a vitória de David Beckmann, da Trident, na corrida 2 da Fórmula 3. O alemão contou com duas penalizações de Bent Viscaal para conquistar a vitória.

Viscaal passou na bandeirada em primeiro, mas duas punições de cinco segundos – por um toque em Igor Fraga e por obter vantagem ao sair da pista em uma manobra – o fizeram perder a vitória, deixando no colo de Beckmann. Oscar Piatri, da Prema, e Dennis Hauger, da HitechGP, completaram o pódio.

Logan Sargeant terminou em quarto, com Richard Verschoor em quinto. Theo Pourchaire foi o sexto, seguido dos companheiros da ART, Alexander Smolyar e Sebastián Fernández.

Enzo Fittipaldi conseguiu os primeiros pontos da temporada ao completar a prova em nono lugar. Igor Fraga ficou fora da zona de pontuação mais uma vez.

Bent Viscaal passou em primeiro, mas não levou (Foto: Reprodução)

Saiba como foi a corrida 2 da F3 na Hungria

Beckmann largou da pole e se manteve na liderança após a largada, apesar de ter perdido o controle do carro, seguido por Dennis Hauger e Logan Sargeant.

Viscaal partiu da oitava posição, mas logo foi escalando o pelotão com extrema facilidade, encontrando aderência quando os outros pilotos sentiam dificuldade na pista molhada. O holandês, no entanto, recebeu a primeira punição de cinco segundos, por um toque no brasileiro Igor Fraga.

Liam Lawson voltou a ter problemas. Após problemas no motor, que causaram a interrupção da primeira corrida, o piloto encostou o carro ao lado da pista, colocando o Safety Car na pista mais uma vez no fim de semana.

Quando o SC saiu, Viscaal ultrapassou Verschoor e Sargeant, pulando para terceiro. Na volta seguinte, ultrapassou Beckmann para ser o segundo e também a Hitech de Hauger.

Na liderança, Viscaal começou a abrir vantagem e chegou a seis segundos. A direção de prova, no entanto, lhe deu mais cinco segundos de punição, dessa vez por ganhar vantagem ao sair da pista na manobra quando Sebastián Fernández, mas isso ainda lhe daria um lugar no pódio.

A poucas voltas do fim, no entanto, mais uma entrada do Safety Car. após o carro de Federico Malvestiti escapar da pista, bater com força e ficar em local perigoso. Com isso, o pelotão agrupou-se e Viscaal perdeu toda a vantagem que possuía. O holandês até recebeu a bandeira em primeiro, mas acabou mesmo em 17º.

Beckmann, que passou em segundo, foi o vencedor, com Piastri e Hauger na sequência.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube