Nannini passa Fittipaldi e garante vitória na corrida 2 da Fórmula 3 na Hungria

Matteo Nannini venceu pela primeira vez na Fórmula 3. O piloto da HWA superou Enzo Fittipaldi na quarta volta e manteve a dianteira até o fim. O brasileiro faturou seu melhor resultado na categoria com o pódio neste sábado

Carlos Sainz bateu na classificação do GP da Hungria de F1 (Vìdeo: F1)

Sábado de glória para Matteo Nannini e Enzo Fittipaldi na Fórmula 3. O italiano foi o grande vencedor da corrida 2 da rodada tripla da Hungria, na tarde deste sábado, e comemorou seu primeiro triunfo na categoria. A conquista veio depois que o piloto da HWA passou o brasileiro na volta 4 e, desde então, não foi mais superado. Mas em que pese não ter vencido, Enzo tem motivos para festejar. O competidor se segurou com uma sólida pilotagem, conseguiu se defender da pressão de pilotos que vinham mais rápido, como Roman Stanek, e concluiu a prova em segundo depois de ter largado na frente com o carro da Charouz. Foi o primeiro pódio de Fittipaldi na F3.

Pouco depois, o brasileiro não escondeu a felicidade com a conquista. “Estou muito feliz com o pódio. Sofremos muito com o ritmo no começo, mas do meio até o fim tivemos um ritmo decente. Quero agradecer a toda a minha equipe. Eles foram incríveis! É ótimo estar aqui”, vibrou.

Stanek completou o pódio nesta tarde em Hungaroring. Alex Smolyar foi o quarto, enquanto Dennis Hauger, líder do campeonato com a Prema, fechou o top-5. Caio Collet, com a MP, largou em 20º, ganhou posições importantes no pelotão e cruzou a linha de chegada em 12º.

GP DA HUNGRIA; F3; FÓRMULA 3; MATTEO NANNINI;
Matteo Nannini superou Enzo Fittipaldi e faturou a vitória na corrida 2 da F3 na Hungria (Foto: F3/Twitter)

A terceira e derradeira corrida do fim de semana da Fórmula 3 na Hungria tem largada prevista para 5h45 (de Brasília, GMT-3) e terá transmissão ao vivo pelo serviço de streaming F1 TV Pro.

Saiba como foi a corrida 2 da Fórmula 3 na Hungria

No entardecer do sábado em Hungaroring, Enzo Fittipaldi abriu o grid da corrida 2 do fim de semana de Fórmula 3 em razão do 12º lugar obtido na primeira prova do dia, pela manhã. O piloto da Charouz foi seguido pelo tcheco Roman Stanek e pelo italiano Matteo Nannini.

Com postura defensiva na largada, Fittipaldi tentou se segurar na frente, mas mostrava ter um carro mais lento que o dos concorrentes e sofria uma pressão muito forte de Stanek e Nannini. Caio Collet teve uma grande primeira volta e passou em 13º depois de ter largado em 20º. Já seu companheiro de equipe MP, Victor Martins, enfrentou problemas na largada e despencou para o fim do grid.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

LARGADA; FÓRMULA 3; ENZO FITTIPALDI; HUNGRIA;
Enzo Fittipaldi liderou o pelotão antes da largada em Hungaroring (Foto: F3/Twitter)

Nannini passou Stanek e passou a pressionar o brasileiro, que lutou muito, mas não foi o bastante para segurar o carro do italiano. O piloto da HWA fez a ultrapassagem na volta 4 e tomou a dianteira na Hungria. Enzo entrava na alça de mira de Stanek, Alex Smolyar e Jack Doohan, que completavam a lista dos cinco primeiros.

Com o desenrolar das voltas, Nannini conseguiu abrir uma vantagem segura na ponta, mas Fittipaldi conseguiu conter um pouco a pressão imposta por Stanek, mas claramente o carro do brasileiro tinha ritmo mais lento na comparação com os adversários.

MATTEO NANNINI; ENZO FITTIPALDI; F3; FÓRMULA 3;
Nannini assume a liderança após passar Enzo Fittipaldi na Hungria (Foto: F3/Twitter)

Nannini, mesmo na liderança, estava sob pressão, sobretudo depois de ser advertido por passar dos limites da pista e correr, assim, risco de ser punido pela direção de prova. A Charouz pediu para Fittipaldi apertar o ritmo e tirar proveito também do desgaste dos pneus dianteiros do carro do italiano.

Mesmo assim, Enzo estava 3s6 atrás de Nannini com 15 voltas já completadas. Stanek continuava em terceiro, a 0s9 do brasileiro, seguido por Smolyar, David Schumacher, Jack Doohan e Dennis Hauger, que somava bons pontos para ampliar sua vantagem na liderança do campeonato. Collet continuava em 13º e andava próximo de Arthur Leclerc.

Se a tinha um dono encaminhado, a batalha era pra lá de acirrada pouco mais atrás. Hauger aproveitou a asa móvel para passar Jack Doohan e assumir a sexta posição. Lorenzo Colombo, que venceu na pista e foi punido pela direção de prova na corrida 1, aparecia em oitavo e buscava garantir também uma boa colocação na prova.

Lá na frente Nannini tinha tudo para faturar a vitória na Hungria. O italiano andava livre, enquanto Fittipaldi lutava para se manter à frente de um pelotão que tinha ainda Stanek, Smolyar e David Schumacher. Doohan continuava a despencar em razão da falta de ritmo no carro e perdeu várias posições. Depois de ter largado em quarto, o piloto da Trident caiu para 13º após ter sido superado por Leclerc e Collet.

Aguerrido, Hauger brilhava e seguia escalando o pelotão com grandes e arrojadas ultrapassagens. O norueguês deixou Schumacher para trás, assumiu o quinto lugar na penúltima volta da corrida e queria mais. O dono do carro #1 da Prema partiu para cima de Smolyar e Stanek para buscar mais pontos no campeonato.

Ao fim de 22 voltas, Nannini comemorou sua primeira vitória na F3, enquanto Fittipaldi, embora não tivesse vencido, alcançou seu primeiro pódio na categoria de acesso à F1.

A ‘silly season’ e as possíveis mudanças no grid da Fórmula 1 para 2022 são o assunto do Paddockast #114

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar