Guia FE 2017/18: Agag vê FE ideal para nova geração. Mas tem desafio na temporada 4: turbinar número de fãs

Chefão da Fórmula E, Alejandro Agag estabeleceu uma meta para a temporada 4: aumentar o número de fãs. Em entrevista exclusiva ao GRANDE PREMIUM, o dirigente espanhol ainda afirmou que vê o campeonato dos carros elétricos perfeito para uma nova geração de torcedores

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Fórmula E inicia neste fim de semana a quarta temporada de sua história. Já consolidada no meio do automobilismo internacional, a categoria cumpriu todas as metas traçadas desde o início do campeonato, mas agora quer construir uma base sólida de fãs ao redor do mundo, de acordo com Alejandro Agag, o chefão da série dos carros elétricos. 

 
Foram três temporadas completas até agora, usando um calendário diferente dos principais campeonatos do mundo e trazendo gente com experiência na F1 e no Mundial de Endurance. E sob regras rígidas para o controle dos gastos, a série também soube atrair marcas importantes do mercado automotivo. No grid, há um envolvimento da Renault, a pioneira, mas também da Audi, BMW, Jaguar, enquanto o campeonato espera por Porsche e Mercedes. A gama de parceiros e patrocinadores também impressiona e, é por isso, que agora o dirigente busca trazer mais gente para as arquibancadas e engajar o público com o que acontece na pista.
 
O campeonato, uma vez mais, foi pioneiro na interação com o público ao criar o FanBoost, mas agora Alejandro deseja dar um passo definitivo para aumentar a base de torcedores e seguidores dos carros elétricos. Assim começa a temporada 4. 
Alejandro Agag quer turbinar número de fãs da FE em 2017/2018 (Foto: Reprodução/Twitter)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Para mim, a principal meta é tornar a FE mais popular, conquistar fãs ao redor do mundo. Nós tivemos e temos muito sucesso em termos de patrocinadores, o mesmo acontece no caso das montadoras, também temos uma relação muito bem-sucedida com eles. E o grid é uma prova disso. Mas realmente precisamos de fãs. De fato, nós já temos muitos fãs e público, mas eu quero que esse número de fãs cresça mais rápido do que vem acontecendo. O meu objetivo é tornar a FE mais famosa ao redor do mundo e popular. Então, esse é o nosso objetivo para a temporada 4”, afirmou Agag em entrevista exclusiva ao GRANDE PREMIUM.

 
“A FE é também uma plataforma para o público mais novo”, completou.
 
Agag também fez um balanço dos últimos anos, da conquista das montadoras e da etapa do Brasil, que está marcada para o próximo ano. A entrevista completa, então, o leitor acompanha no GRANDE PREMIUM, como parte do Guia da temporada 2017/2018 da Fórmula E.
 
“CHORAVA COMO UM BEBÊ”

FÉLIX DA COSTA REVELA TRISTEZA APÓS PERDER CHANCE NA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube