A bordo desde princípio da FE, dono da Virgin mostra entusiasmo e dispara: “Será mais popular que a F1 em 10 anos”

Richard Branson, dono da Virgin e grande defensor da Fórmula E desde a concepção da categoria, mostrou novamente que acredita na categoria como poucos. Segundo o magnata da música e da aviação, a FE logo será maior que a F1. Lembrou também de quando apoiou a Brawn GP e se apaixonou pelo esporte

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Um dos grandes entusiastas desde o começo da Fórmula E é Richard Branson, dono da Virgin e conhecido defensor das causas ambientais. Hoje com uma forte parceria entre a Virgin e a DS Citroën na categoria, Branson segue se apegando com unhas e dentes à ideia de que os carros elétricos serão os mais populares do mundo em uma década.

 
Segundo Branson afirmou em entrevista concedida ao jornal chinês 'South China Morning Post', a FE se tornará mais popular que a F1 em no máximo dez anos. 
 
"Está crescendo muito rápido e a cada temporada estão trazendo novas iniciativas. Estou disposto a prognosticar que em dez anos, se a F1 continuar no estado atual, acredito que a FE irá superar", afirmou. "E assim deveria ser, porque o mundo deveria ser impulsionado por carros limpos. Todos temos desapegar de carros de energia suja – e a FE pode marcar esse caminho", seguiu.
 
"A FE faz muito para criar consciência sobre coisas como a mudança climática. Estamos em posição de inspirar as pessoas para que desepenhem um papel na luta contra o aquecimento global. É uma plataforma fantástica para chamar a atenção para o avanço das tecnologias nos veículos elétricos e também mostrar que não são lentos e sem graça – e sim geniais, divertidos e sustentáveis", declarou.
Richard Branson (Foto: Fia Fórmula E)
Branson lembrou do começo dele no esporte, quando se interessou no automobilismo, ainda em 2009. À época, chegou a ele a oportunidade de patrocinar a recém-criada Brawn GP, que começou o ano com o carro limpo. Deu certo. A Brawn acabou campeã mundial de Pilotos e Construtores. Quando aquele campeonato terminou, Branson encheu o pote e estava batido o martelo de sua paixão pelo esporte. 
 
"Tive uma sorte imensa quando me deram que a nova equipe de Button e Barrichello precisava de um patrocinador. Colocamos dinheiro e venceram os dois campeonatos logo de cara. Nunca bebi tanto na minha vida, o filme 'Se Beber Não Case' baixou em mim", lembrou. E garnate que desde então foi "absorvido pelo automobilismo". Agora está apaixonado pela FE porque "diverte por uma boa causa. É uma mistura perfeita".
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube