Andretti vence na Groenlândia e ganha terreno na luta por título da Extreme E

O xPrix do Ártico trouxe problemas para as equipes de Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Melhor para a Andretti, que alcançou vitória inédita com Catie Munnings e Timmy Hansen

Sergio Pérez bate carro da Red Bull na volta de saída aos boxes para a largada do GP da Bélgica (Vídeo: F1)

Depois de duas etapas marcadas por disputas entre as equipes de Lewis Hamilton e Nico Rosberg, a Extreme E ganhou uma nova dinâmica no xPrix do Ártico. A disputa deste domingo (29), na Groenlândia, terminou com vitória inédita da Andretti, através da dupla Catie Munnings e Timmy Hansen.

O sucesso veio após uma final particularmente intensa. Cinco carros participaram da disputa, com os olhos voltados aos carros da X44 e RXR, equipes de Hamilton e Rosberg, que já haviam travado disputas intensas nos ePs anteriores. A equipe de Lewis, com Sébastien Loeb e Cristina Gutiérrez, enfrentou um furo de pneu e ficou para trás. A de Nico, com Johan Kristoffersson e Molly Taylor, enfrentou problema mecânico após saltar mais alto do que o bom senso recomenda em um obstáculo do traçado.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A Andretti venceu na Groenlândia (Foto: Reprodução)

Munnings e Hansen ficaram com caminho livre para a vitória, com Mikaela Åhlin-Kottulinsky e Kevin Hansen, da JBXE, em segundo. Christine Giampaoli Zonca e Oliver Bennett, da Xite Energy Racing, completaram o pódio.

A Extreme E deixa a Groenlândia ainda com a RXR em primeiro, somando 93 pontos. A X44, com 84, ainda é vice-líder, mas seguida de perto pela Andretti, com 76. A próxima etapa é na Sardenha, na Itália, entre os dias 23 e 24 de outubro.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar