Após quebrar jejum de mais de três anos sem pontos, Gutiérrez descreve estreia na F-E como “intensa”

Esteban Gutiérrez não marcava pontos numa corrida - seja ela qual fosse - desde o GP do Japão de 2013, ainda piloto da Sauber na F1. O jejum foi quebrado no último fim de semana, na estreia dele na F-E pelo eP da Cidade do México. Gutiérrez e a Techeetah gostaram do que viram na pista

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Enfim, depois de meses marcada, a estreia de Esteban Gutiérrez pela F-E aconteceu. O fim de semana do eP da Cidade do México foi de ovações a Esteban durante todo o dia. Querido em casa, o ex-piloto da F1 foi melhorando o desempenho com o carro da Techeetah durante o dia. No final das contas, se não particularmente chamativo, o final foi feliz: um ponto marcado, mais que o antigo ocupante do carro, Ma Qing Hua, nas três etapas anteriores.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Gutiérrez havia testado o simulador do time chinês, mas jamais havia acelerado o carro apesar de ter sido confirmado no eP da Cidade do México em janeiro – e há um mês como piloto da Techeetah. O piloto começou andando atrás, mas logo melhorou e se estabeleceu no meio do pelotão – onde largou. Beirava o top-10 nas primeiras voltas, mas acabou sofrendo ultrapassagens em sequência e caindo para o 17º lugar. Foi se recuperando, e os erros e acidentes na sua frente acabaram colocando-o no top-10.

 
Esteban gostou da curva de aprendizagem no decorrer do dia e da corrida e destacou a recuperação que teve na prova com o segundo carro.
 
"Diria que foi uma experiência muito intensa, mas com um bom final, com um término no top-10. Basicamente quando eu comecei a corrida ainda estava aprendendo o carro, então era realmente uma experiência desafiadora", disse.
Esteban Gutiérrez (Foto: Reprodução/Twitter)

"Com o primeiro carro houve um problema e uma sensação de que algo não estava correto. Por isso que perdemos algumas posições, e isso não foi ótimo. Mas com o outro carro eu pude aprender bastante", contou.

 
O chefe da Techeetah, Mark Preston, elogiou o novo piloto. Gostou do que viu de um piloto que desconhecia o carro, mas apontou algumas coisas onde o mexicano precisa melhorar.
 
"Esteban estava melhorando cada vez mais considerando que ele só entrou no carro pela manhã. Ainda está se acostumando com os freios, mas o gerenciamento de energia era bom e atingiu bem as metas de consumo. Agora precisamos que ele entenda as especificidades do tipo de corrida, que é totalmente novo para ele. Foi um bom começo", falou o chefe.
 
O outro piloto da equipe, Jean-Éric Vergne, terminou na segunda colocação. Gutiérrez, com a pontuação na F-E, iguala o número de corridas terminadas na zona de pontuação na F1. Isso mesmo, apesar dos três anos na F1, Esteban marcou pontos apenas uma vez, no GP do Japão de 2013.
 
A F-E volta em 13 de maio com o eP de Mônaco.

 

DEBATE QUENTE SOBRE AS ESTREIAS DE F1 E MOTOGP. ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube