Buemi ignora efeitos de viagem da madrugada e sobra no primeiro treino livre para eP da Cidade do México

Sébastien Buemi sobrou no treino livre que abriu este sábado (1) na Cidade do México. Após passar a noite no avião, saindo de Monza para a capital mexicana, o suíço entrou no carro e colocou mais de 0s5 de frente para quem veio atrás

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A realidade dos tempos de classificação ainda vão aparecer com mais clareza no segundo treino livre, mas a primeira sessão deste sábado (1) coroou o líder do campeonato. E pouco importa que Sébastien Buemi chegou a Cidade do México horas antes do treino inicial do dia: mesmo assim o piloto da Renault e.dams sobrou nos instantes finais e cravou 1min02s222: mais rápido que o resto por mais de 0s5.

Buemi estava até que calmo no famoso 'migué' da Renault e.dams. Apareceu quando menos de 180 segundos restavam no relógio, fazendo uma volta que ninguém pensou em sequer se aproximar no tempo que restava. Isso tudo mesmo pegando Esteban Gutiérrez como tráfego. O estreante ex-F1, aliás, foi o 19º ainda pegando a mão do carro elétrico.
 
Assim como Buemi, José María López e Stéphane Sarrazin, outros dois que viajaram durante a noite para saírem do prólogo do WEC na Itália para a corrida da F-E na Cidade do México, foram bem. Sarrazin foi o sétimo, enquanto López ficou na 13ª posição, mas chegou até a liderar em dado momento. O argentino deu 27 voltas, enquanto Buemi e Sarrazin ficaram em 29.
 
Quem deve ter saído um tanto animado do primeiro treino livre foi a Dragon. Apesar da distância para Buemi, Loïc Duval e Jérôme D'Ambrosio foram P2 e P3. Depois de saborear o posto de terceira força da F-E por boa parte da primeira e da segunda temporada, a Dragon caiu um tanto na ordem de forças desde a segunda metade do último ano. D'Ambrosio, porém, foi quem venceu na Cidade do México em 2016. É a melhor chance da equipe norte-americana.
 
Jean-Éric Vergne foi o quarto colocado, com Robin Frijns em quinto. O holandês da Andretti testou bastante os limites da pista, que agora tem traçado alterado. Errou tanto na primeira como na última curva, as partes alteradas, e foi o quinto colocado mesmo assim. Sam Bird, Sarrazin, Lucas Di Grassi, Daniel Abt e Mitch Evans encerraram o top-10. Nelsinho Piquet foi o 15º colocado.
Céu ensolarado na capital mexicana (Foto: DS Virgin)
Confira como foi o primeiro treino livre:
 
A primeira questão importante de ressaltar na sessão inicial do dia da F-E na Cidade do México é que Sébastien Buemi, José María López e Stéphane Sarrazin conseguiram completar a viagem entre o prólogo do WEC, na sexta-feira em Monza, e a capital mexicana na manhã deste sábado (1). 
 
Na pista, os primeiros momentos foram de voltas longe dos 200 kw. Nicolas Prost tomou a ponta de cara, mas com o tempo acima de 1min07s estava na cara que logo o francês deixaria o topo da tabela – a menos que melhorasse muito seu tempo. Aos poucos, a tabela foi mudando. O primeiro piloto a marcar volta, Mitch Evans, pôs a Jaguar na frente já com 1min05s138, ligeiramente melhor que Jean-Éric Vergne e Prost.

Com 7min de treino, a direção de prova resolveu testar as bandeiras amarelas de pista inteira para regular a implementação. E mesmo durante a amarela, o primeiro problema na pista. Maro Engel teve o que pareceu uma falha técnica e saiu da pista. 

 
A nova curva 1, agora sem a chicane, estava sendo bastante testada. Lucas Di Grassi foi um dos pilotos a forçar e errar no limite. Logo, porém, o piloto da Audi ABT conseguia tirar ótimo proveito e acertar repetidas vezes o melhor tempo do primeiro setor. Se Loïc Duval conseguiu se impor com um 1min04s5, Lucas foi à ponta anotando 1min04s250.
 
O estreante do dia, Esteban Gutiérrez, ainda era lanterna depois de 20 minutos de sessão. Di Grassi reforçou a ponta com 1min04s106, enquanto Engel, recuperado do problema, subia para os segundo lugar.
 
Um dos viajantes da noite, López, foi o próximo a baixar o tempo e, pela primeira vez no dia, chegar na casa de 1min03s.
 
Com 15 minutos para o final, problemas para Jérôme D'Ambrosio e Robin Frijns. O belga passou direto no trecho do estádio, enquanto o holandês não fez a curva três, forçando uma bandeira amarela. 
Enfim, depois da metade do treino, os pilotos começaram a usar de voltas com maior energia possível: Duval voltou para a primeira colocação marcando 1min02s727. Vergne era o segundo, enquanto Gutiérrez agora lutava para não ser o último e escapava para o 19º posto. 
 
Dentro dos 5min finais, Felix Rosenqvist rodou, mas conseguiu manter o carro em curso e sem maiores problemas. Sorte e habilidade do piloto da Mahindra. Ao passo que López, logo em seguida, triscou o muro e escapou por pouco do primeiro acidente do fim de semana. 
 
Até que apareceu o líder. Buemi, com menos de 3min para a bandeira quadriculada, voou. O 1min02s222 do suíço foi mais de 0s5 – 0s505 mais precisamente – mais veloz que o tempo de Duval. Isso porque ainda encontro um tráfego de Gutiérrez no caminho. Grande trabalho.
 
Antes do final do treino, Nelsinho Piquet também teve sua rodada na curva 1. Mas o piloto da China NextEv saiu sem problemas e seguiu no curso após alguns carros o passarem. Segundos depois, Nick Heidfeld fez rigorosamente a mesma coisa, causando bandeira amarela. Frinjs, enquanto isso, rodava na última chicane.
 
A quadriculada chegou com Buemi, Duval, D'Ambrosio, Vergne, Frijns, Sam Bird, Sarrazin, Di Grassi, Abt e Evans no top-10. Piquet foi 15º colocado.

F-E, eP da Cidade do México, TL1:

1 SÉBASTIEN BUEMI SUI E.DAMS 1:02.222   29
2 LOÏC DUVAL FRA DRAGON 1:02.727 +0.505 27
3 JÉRÔME D'AMBROSIO BEL DRAGON 1:02.923 +0.701 22
4 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA TECHEETAH 1:03.224 +1.002 29
5 ROBIN FRIJNS HOL ANDRETTI 1:03.319 +1.097 29
6 SAM BIRD ING VIRGIN 1:03.405 +1.183 26
7 STÉPHANE SARRAZIN FRA VENTURI 1:03.421 +1.199 29
8 LUCAS DI GRASSI BRA AUDI ABT 1:03.462 +1.240 32
9 DANIEL ABT ALE AUDI ABT 1:03.578 +1.356 32
10 MITCH EVANS NZL JAGUAR 1:03.621 +1.399 28
11 FELIX ROSENQVIST SUE MAHINDRA 1:03.706 +1.484 29
12 NICOLAS PROST FRA E.DAMS 1:03.761 +1.539 27
13 JOSÉ MARÍA LÓPEZ ARG VIRGIN 1:03.807 +1.585 27
14 NICK HEIDFELD ALE MAHINDRA 1:03.841 +1.619 29
15 NELSINHO PIQUET BRA CHINA 1:03.934 +1.712 33
16 OLIVER TURVEY ING CHINA 1:04.052 +1.830 33
17 ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA POR ANDRETTI 1:04.117 +1.895 32
18 MARO ENGEL ALE VENTURI 1:04.330 +2.108 27
19 ESTEBAN GUTIÉRREZ MEX TECHEETAH 1:04.335 +2.113 34
20 ADAM CARROLL IRN JAGUAR 1:04.700 +2.478 26
 

 

DEBATE QUENTE SOBRE AS ESTREIAS DE F1 E MOTOGP. ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube