Buemi reclama de defesa “dura demais” de Di Grassi em Hong Kong: “Você não pode simplesmente fazer a curva”

Sébastien Buemi não ficou satisfeito com a maneira em que Lucas Di Grassi defendeu sua posição durante a corrida 1 do eP de Hong Kong. Neste sábado, quando disputavam a sexta colocação, o brasileiro acabou fechando a porta para o suíço, e eles acabaram se tocando. Para o titular da e.dams, movimento foi exagerado

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Mal foi dada a largada para a temporada 2017/18 da FE e as críticas já começaram a ser feitas. Neste sábado (2), aconteceu a primeira corrida  da rodada dupla de Hong Kong, e após a prova, Sébastien Buemi disparou contra Lucas Di Grassi e sua forma exagerada de defender uma posição.
 

Durante a disputa nas ruas da capital chinesa, os adversários de longa data acabaram se encontrando em uma briga de posições. O suíço tentou ultrapassar o brasileiro pela sexta posição na curva 1, mas o titular da Abt fechou a porta e os dois acabaram colidindo.
 
Alguns giros mais tarde, o atual campeão da categoria se viu obrigado a abandonar por conta de um dano em uma suspensão traseira direita. O time inicialmente pensou que havia sido consequência do toque com o piloto da e.dams, mas mais tarde concluiu que foi por um incidente mais cedo com Daniel Abt.
Sébastien Buemi (Foto: Renault)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Buemi não poupou críticas a Di Grassi, dizendo que o rival foi muito agressivo na defesa de posição, algo não necessário. “Uma vez que você está lá, é difícil para você continuar a fechar. Então, você acaba tendo um toque em algum momento”, afirmou.
 

“O que eu tentei foi me aproximar ao máximo do muro, mas caso ele continuasse ou eu acertaria o muro ou eu acertaria ele. A curva é bastante apertada, mas eu estou lá, você não pode simplesmente fazer a curva, e ele apenas fez”, continuou.
 
“Ele virou, então acabei empurrando ele e danificaram ambos os carros. Se estou ao seu lado fica um pouco difícil. O que eu devo fazer? Não posso fazer nada. Eu acabei ultrapassando ele, mas achei que a defesa foi dura demais”, completou.
 
Terminando em 13º, Sébastien não conseguiu nenhum ponto na prova de abertura da temporada. Por fim, o piloto insinuou que o brasileiro o espremeu contra a parede. “Eu tentei me aproximar ao máximo do muro, mas ele continuou se aproximando até não ter mais espaço”, concluiu.
 
Do outro lado da briga, Lucas também aproveitou para dar sua versão da história. Nas palavras do competidor, seu carro danificou em um lance com seu companheiro Daniel Abt, e não resultado do acidente com o suíço.
 
“Daniel brecou do lado de dentro e eu fui por fora e nos tocamos rapidamente os pneus. Isso foi suficiente para arruinar minha suspensão completamente. Foi por isso que eu já estava devagar e Seb estava atacando”, explicou.
 
“Seb foi para a sujeira e freou muito tarde. Tentei manter minha posição, nos tocamos, mas não houve mais danos ao meu carro. Após isso consegui manter uma pequena vantagem, me manter próximo aos outros caras, mesmo com meu carro parecendo um caranguejo andando de lado nas retas. Caso a suspensão não tivesse quebrado eu conseguiria relargar em uma boa posição para brigar de volta”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube