Di Grassi aparece e crava volta mais rápida do dia em TL2 marcado por longa paralisação após acidente de Blomqvist

O segundo treino livre para o eP de Punta del Este começou com as simulações de classificação e mostrou menos do que seria normal por conta de um acidente de Tom Blomqvist. No fim das contas, foi Lucas Di Grassi quem ficou com a melhor volta

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Dentro de um universo extremamente curto como o segundo treino livre da Fórmula E, que possui apenas 30 minutos, uma bandeira vermelha que tira sete deles tem o poder não apenas de transformar a atividade em altamente desinteressante como também de atrapalhar a preparação para a classificação. Foi o que aconteceu na manhã deste sábado (17), em Punta del Este. Uma batida de Tom Blomqvist atrapalhou o pelotão, e Lucas Di Grassi foi quem aproveitou o tempo restante para ser mais rápido.

Di Grassi surgiu nos cinco minutos finais e cravou a única volta que ficou abaixo da casa de 1min14s: 1min13s672 e a liderança por longos 0s408 em relação ao segundo colocado, Sam Bird. Mitch Evans, com a Jaguar, ficou na terceira colocação.
 
A batida de Blomqvist foi bastante forte. O piloto inglês saiu sem maiores problemas após o carro abalroar o muro da curva dez, mas a suspensão traseira esquerda foi destroçada e o trem de força acabou cuspido. Pela bagunça que causou também na barreira protetora, a batida da Andretti obrigou uma bandeira vermelha enorme para os padrões da sessão.
Lucas Di Grassi (Foto: Dalton Yamashita/Grande Prêmio)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Fora isso, pouca coisa aconteceu. Luca Filippi entrou em investigação por acelerar durante a parada, o que configurou a maior possível brecha da atividade, que foi tranquila. Oliver Turvey, Nicolas Prost, Jean-Éric Vergne, Edoardo Mortaram Nick Heidfeld, Blomqvist e Alex Lynn fecharam o top-10. Nelsinho Piquet ficou com a 16ª colocação. Quem mais conseguiu andar foi Maro Engel, da Venturi, com 17 voltas. Ninguém mais chegou a 16.

 
O treino classificatório está marcado para as 12h. 

Confira como foi o treino livre:

 
Primeiro piloto verdadeiramente rápido na pista de Punta del Este para o segundo treino livre foi Jean-Éric Vergne – partido para 1min14s400. Os minutos iniciais eram de voltas extremamente rápidas, quase todo mundo em simulação de voltas de classificação.
 
Após sete minutos de sessão, Vergne foi superado por outra volta impressionante: Oliver Turvey fez 1min14s321 e mostrou a força da NIO, crescida após o pódio no eP da Cidade do México. Para completar o terço inicial do treino, Tom Blomqvist bateu com força na barreira da curva dez, destruindo a suspensão traseira esquerda – o trem de forço foi cuspido do carro. Bandeira vermelha.
Tom Blomqvist arrebentou o carro (Foto: Reprodução)
Na curta sessão de 30 minutos, a paralisação de sete foi feroz. O retorno das atividades de pista marcou mais voltas rápidas. Sam Bird e Mitch Evans apareceram voadores e mais rápidos que Turvey, porém dentro da marca do 1min14s.
 
Foi Lucas Di Grassi, segundo colocado no TL1, quem quebrou a barreira: 1min13s672. A cinco minutos do fim da sessão, aparecia líder com sobra em Punta del Este. Uma última rodada de voltas apenas referendou Di Grassi na ponta com Sam Bird e Mitch Evans nas três primeiras colocações.

Fórmula E, eP de Punta del Este, TL2:

1 LUCAS DI GRASSI BRA AUDI ABT 1:13.672   13
2 SAM BIRD ING VIRGIN DS 1:14.080 +0.408 14
3 MITCH EVANS NZL JAGUAR 1:14.135 +0.463 14
4 OLIVER TURVEY ING NIO 1:14.267 +0.595 13
5 NICOLAS PROST FRA RENAULT 1:14.270 +0.598 12
6 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA TECHEETAH 1:14.400 +0.728 9
7 EDOARDO MORTARA SUI VENTURI 1:14.408 +0.736 15
8 NICK HEIDFELD ALE MAHINDRA 1:14.504 +0.832 12
9 TOM BLOMQVIST ING ANDRETTI 1:14.536 +0.864 13
10 ALEX LYNN ING VIRGIN DS 1:14.602 +0.930 14
11 SÉBASTIEN BUEMI SUI RENAULT 1:14.679 +1.007 11
12 ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA POR ANDRETTI 1:14.868 +1.196 10
13 LUCA FILIPPI ITA NIO 1:15.042 +1.370 13
14 JÉRÔME D'AMBROSIO BEL DRAGON 1:15.070 +1.398 11
15 MARO ENGEL ALE VENTURI 1:15.071 +1.399 17
16 NELSINHO PIQUET BRA JAGUAR 1:15.170 +1.498 13
17 DANIEL ABT ALE AUDI ABT 1:15.624 +1.952 13
18 ANDRÉ LOTTERER ALE TECHEETAH 1:15.712 +2.040 10
19 JOSÉ MARÍA LÓPEZ ARG DRAGON 1:15.859 +2.187 12
20 FELIX ROSENQVIST SUE MAHINDRA 1:16.570 +2.898 14
 

”VOCÊ TEM DE RESPEITAR”

EMOÇÃO GENUÍNA DE BARRICHELLO É EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube