FE

DS Techeetah enche Vergne de elogios e diz que “fez por merecer” vantagem na Fórmula E

Edmund Chu, presidente da DS Techeetah, rasgou elogios a Jean-Éric Vergne após tirar uma carta da manga na classificação e depois vencer uma corrida estressante em Berna

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Jean-Éric Vergne mereceu chegar à rodada final da temporada 2018/19 com a vantagem que tem nas mãos. Quem afirmou foi Edmund Chu, presidente da DS Techeetah, que exaltou a importância do sucesso no treino classificatório para uma vitória estressante em Berna.
 
O destaque de Chu ao sucesso da classificação nasce do fato de Vergne ter saído do grupo 1 da primeira fase do treino, que normalmente causa dificuldade e afasta os pilotos nele contidos da Superpole. Mas Vergne resistiu, colocou-se entre os seis mais rápidos e foi para a disputa da pole, então em igualdade de condições. Pole, conseguiu definir o ritmo que o eP de Berna teria.  
 
"Foi bastante estressante durante toda a corrida, começando com a batida da largada. Não sabíamos o que iria acontecer depois daquilo, mas funcionou bem para nós. Também esperávamos chuva, o que aconteceu. Mas o céu estava aberto, achamos que dava para terminar a corrida sem chuva, mas então veio e deixou as coisas bastante tensas", avaliou ao site inglês 'E-Racing365'.
Edmund Chu e Mark Preston (Foto: FE)
"Creio que o que JEV fez em termo de classificação e entrar na Superpole foi um incrível resultado. Ele fez por merecer a atual posição na liderança. Entrar na Superpole é muito bom para a corrida, a pista de Berna é complicada para ultrapassar. A Jaguar tentou o melhor dela para ultrapassar, mas JEV é um piloto muito esperto e consegue manter a tranquilidade e liderar", seguiu.
 
Com 32 pontos de dianteira para Lucas Di Grassi, o segundo colocado no campeonato, Vergne chega com sobras para Nova York. Mas nem isso vai fazer a equipe adotar uma estratégia especial na rodada dupla dos Estados Unidos - ao menos é o que diz o presidente.
 
"Bem, vamos falar de Nova York na sequência. Essa vitória foi muito forte. Acredito que nos deu uma vantagem legal, mas a Fórmula E é a Fórmula E e você nunca sabe como vai terminar. Como equipe, não tentamos pensar as coisas além da conta - e também não pensamos menos d que deveríamos. Tentamos apenas olhar para o que precisamos para cada corrida em particular, e daí partir disso", finalizou.  
 
O eP de Nova York está marcado para os dias 14 e 15 de julho. 


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.