Mortara bate Frijns em Berlim e garante segunda pole consecutiva na Fórmula E

Após marcar primeira pole da carreira na véspera, Edoardo Mortara pegou gosto pela coisa e manteve a pegada neste domingo para superar Robin Frijns na final e garantir posição de honra na corrida 2 de Berlim

MUDANÇAS À VISTA! MERCADO DE PILOTOS PEGA FOGO NA FÓRMULA E ÀS VESPERAS DE BERLIM

A Fórmula E retornou ao aeroporto de Tempelhof, em Berlim, para a disputa do segundo dia de atividades neste domingo (15). E na classificação para a corrida 2 — com o sentido da pista invertido em relação ao dia anterior —, Edoardo Mortara levou a melhor e novamente colocou a Venturi na pole, agora para a segunda disputa do final de semana, ao vencer Robin Frijns, da Envision, na grande final.

A classificação deste domingo teve menos surpresas que a do primeiro dia — em que Sérgio Sette Câmara foi ao mata-mata e Alexander Sims alcançou a final —, e os destaques ficaram por conta das eliminações de Pascal Wehrlein e Jean-Èric Vergne — vice-líder do campeonato — ainda na fase de grupos e do ritmo de Mortara, que não deu chances aos concorrentes após dominar a primeira disputa do final de semana.

A corrida 2 do eP de Berlim acontece ainda hoje, a partir das 10h (horário de Brasília). No sábado, Edoardo Mortara marcou sua primeira pole da carreira na Fórmula E e liderou a disputa praticamente de ponta a ponta para vencer sua segunda na temporada, a primeira desde Diriyah.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Confira como foi a classificação para a Corrida 2 do eP de Berlim:

Os grupos da classificação deste domingo em Berlim (Arte: Fórmula E)

Grupo A:

A primeira rodada de voltas do Grupo A novamente teve um bom início de Sérgio Sette Câmara, que marcou 1min08s077 e se colocou dentro do top-4. No entanto, não foi o bastante para superar os demais competidores da chave e rapidamente o brasileiro começou a cair na tabela, até que Lucas Di Grassi assumisse a liderança da sessão com 1min07s356.

Atrás do brasileiro da Venturi, se colocaram Robin Frijns — que teve um dia bastante discreto no sábado —, Alexander Sims e Stoffel Vandoorne. Jake Dennis, Oliver Turvey, Pascal Wehrlein, Mitch Evans, Oliver Askew, Sette Câmara e Nick Cassidy iam sendo eliminados após a primeira rodada de tentativas.

Cassidy abriu a segunda rodada com 1min07s370, o que colocou o piloto da Envision no top-4 pela primeira vez na sessão. Evans seguiu o mesmo caminho e se colocou logo atrás do neozelandês, o que expulsou Sims e Vandoorne da zona de classificação. O piloto da Mercedes, entretanto, logo marcou 1min07s115 e pulou diretamente para a liderança do Grupo A.

Além do belga, Frijns conseguiu se segurar no segundo lugar e Di Grassi retornou ao top-4, com Cassidy fechando o grupo dos que se classificaram ao mata-mata. No grupo dos eliminados, ficaram na seguinte ordem: Evans, Sims, Turvey, Dennis, Sette Câmara, Wehrlein e Askew.

Após alcançar a final da classificação no sábado, Alexander Sims foi eliminado na fase de grupos neste domingo (Foto: Mahindra)

Grupo B:

Sébastien Buemi inaugurou a rodada de tempos do Grupo B com 1min07s864, tempo que não foi suficiente para segurar o suíço no grupo dos classificados. Nyck De Vries conseguiu tomar a ponta da sessão com 1min07s177 e começou a busca por recuperação em um final de semana que tem sido consideravelmente ruim.

Grande vencedor de sábado, Edoardo Mortara se colocou no segundo lugar após a primeira rodada de tentativas, com um surpreendente Maximilian Günther em terceiro e André Lotterer completando o grupo dos classificados. Entre os eliminados, a ordem era a seguinte: Sam Bird, Oliver Rowland, António Félix da Costa, Buemi, Antonio Giovinazzi, Jean-Èric Vergne e Dan Ticktum.

Vergne abriu a segunda rodada de tentativas entrando no top-4, mas acabou deixando o grupo ao longo da sessão — conforme os demais pilotos completavam suas voltas. Seu companheiro na DS Techeetah, António Félix da Costa, conseguiu entrar na terceira colocação, atrás apenas de Mortara e De Vries. Lotterer completou o grupo dos classificados.

O grupo dos eliminados ficou com Vergne, Rowland, Günther, Bird, Giovinazzi, Buemi e Ticktum, nesta ordem. Detalhe: três equipes conseguiram passar com seus dois pilotos para o mata-mata: Mercedes, Venturi e Envision.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Nyck De Vries subiu o nível neste domingo após um dia apagado no sábado (Foto: Mercedes)

Quartas de final:

Vandoorne x Lotterer: O duelo que abriu o mata-mata reuniu o primeiro colocado do Grupo A — que também lidera o campeonato — contra o quarto do Grupo B, e a surpresa apareceu logo de cara: a Porsche levou a melhor ao ver o alemão marcar 1min06s504, 0s3 mais rápido do que o belga — que acabou eliminado da sessão.

Frijns x Da Costa: Logo em seguida, Robin Frijns deu prosseguimento a uma boa classificação e eliminou a DS Techeetah do português Da Costa, que não passou de 1min06s184. Em duelo extremamente equilibrado, o neerlandês da Envision alcançou 1min06s170 e tirou o campeão da categoria por apenas 0s014.

De Vries x Di Grassi: No primeiro duelo entre campeões do dia, melhor para a Mercedes: o atual vencedor da categoria anotou 1min06s238, mais de 0s2 à frente do brasileiro da Venturi, que fez 1min06s508 e ficou pelo caminho nas quartas de final em sua segunda classificação ao mata-mata — a primeira foi em Mônaco.

Cassidy x Mortara: Fechando a primeira fase do mata-mata, Nick Cassidy foi em busca de uma zebra contra o atual vice-campeão da categoria — e vencedor da corrida de ontem. O neozelandês conseguiu marcar 1min06s377 — uma boa volta —, mas não foi suficiente para eliminar o companheiro de equipe de Lucas Di Grassi: Mortara fez 1min06s110 e se classificou para a semifinal.

Pascal Wehrlein teve classificação para esquecer neste domingo e não passou do décimo lugar no Grupo A (Foto: Porsche)

Semifinais:

Lotterer x Frijns: No duelo que decidiu o primeiro classificado para a final, Frijns mostrou estar definitivamente recuperado de um dia ruim no sábado. O piloto da Envision marcou 1min06s522, suficiente para eliminar o alemão da Porsche — que anotou 1min06s671 — sem maiores dificuldades, apesar do resultado apertado.

De Vries x Mortara: Por fim, o último duelo do mata-mata antes da grande final. Vencedor da corrida 1, Mortara manteve a pegada após o triunfo de sábado e eliminou o piloto da Mercedes, que ficou com 1min06s285. O suíço da Venturi pulverizou o tempo do neerlandês com 1min05s897 e se colocou na final com sobras.

Vandoorne liderou o Grupo A, mas caiu para André Lotterer nas quartas de final (Foto: Mercedes)

Final:

Frijns x Mortara: No confronto que decidiu o pole-position, Mortara mostrou que estava em um ritmo próprio na classificação deste domingo. O suíço amassou o tempo de Robin Frijns — 1min06s470 — em praticamente 0s5 e marcou 1min05s972 para assegurar sua segunda pole na carreira — e a segunda do final de semana em Berlim.

Fórmula E 2021/2022, eP de Berlim, Corrida 2, Classificação:

1E MORTARAVenturi Mercedes1:05.972
2R FRIJNSEnvision1:06.470
3N DE VRIESMercedes1:06.285
4A LOTTERERPorsche1:06.671
5A.F DA COSTADS Techeetah1:06.184
6L DI GRASSIVenturi Mercedes1:06.508
7S VANDOORNEMercedes1:06.806
8J.E VERGNEDS Techeetah1:07.287
9M EVANSJaguar1:07.446
10O ROWLANDMahindra1:07.294
11A SIMSMahindra1:07.450
12M GÜNTHERNissan1:07.332
13O TURVEYNIO1:07.469
14S BIRDJaguar1:07.411
15J DENNISAndretti1:07.525
16A GIOVINAZZIDragon Penske1:07.437
17S. SETTE CÂMARADragon Penske1:07.553
18S BUEMINissan1:07.518
19P WEHRLEINPorsche1:07.646
20D TICKTUMNIO1:07.601
21O ASKEWAndretti1:07.802
22N CASSIDYEnvision
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar