Evans anota pole da corrida 1 do eTrophy em Ad Diriyah. Jimenez é 2º

De volta à pista onde venceu a única prova dele na temporada inaugural do eTrophy, Simon Evans voltou a andar na frente do pelotão. Em Ad Diriyah, o neozelandês colocou 0s2 de frente para Sérgio Jimenez e cravou a pole-position

O treino de classificação para a primeira corrida do ano no eTrophy foi encurtada para 30 minutos, na madrugada desta sexta-feira (22), por conta do dia cheio de atividades entre a categoria e a Fórmula E, em Ad Diriyah. No fim das contas, quem soube aproveitar a versão mais curta foi Simon Evans, que larga na pole-position.
 
Evans, que, aliás, venceu a corrida em dezembro de 2018, cravou uma volta em 1min34s744 e bateu o campeão Sérgio Jimenez por apenas 0s2.
 
Atrás da primeira fila, quem sai em terceiro é a convidada Abbie Eaton. A pilota só conheceu o carro ontem à tarde, na Arábia Saudita, durante o shakedown, mas foi o suficiente para marcar 1min35s195. Ao lado dela na segunda fila, Alice Powell.
Simon Evans (Foto: Jaguar)
O melhor entre os pilotos Pro-Am foi Yaqi Zhang, que anotou volta 1s5 mais lento que Evans, mas larga em quinto. Fahad Algosaim, piloto da casa, sai em sexto, enquanto Chao Sun é o sétimo. 
 
O oitavo colocado é Mário Haberfeld, o substituto de Cacá Bueno nesta primeira etapa – Cacá está fora por conta do compromisso em Goiânia, com a Stock Car. Aposentado das pistas pelos últimos dez anos, Haberfeld conseguiu somente uma volta 3s mais lenta que a do pole. 
 
Mashhur Bal Hejaila e Reema Juffali, no outro carro de convidados, fecham o top-10 e a classificação. 
 
A corrida está marcada para as 7h05 (de Brasília).

 

Paddockast #42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube