Evans domina corrida 1 do Jaguar eTrophy e vence na Arábia Saudita. Jimenez é 2º

Simon Evans teve grande atuação na corrida 1 do Jaguar iPace eTrophy na Arábia Saudita. Nesta sexta-feira (22), o piloto fez valer a pole-position, dominou toda a corrida e garantiu a primeira vitória do campeonato. Sergio Jimenez foi o segundo e Mario Haberfeld o oitavo

Simon Evans começou a temporada 2019/20 do Jaguar iPace eTrophy da melhor maneira. Nesta sexta-feira (22), na Arábia Saudita, o piloto soube fazer bom proveito de sua pole-position para conquistar a vitória na corrida 1.
 

Assim que se apagaram as luzes, o #99 conseguiu se manter na ponta. Sergio Jimenez chegou a ameaçar a liderança do adversário, mas teve de se contentar como segundo posto. Mais para trás, Mario Haberfeld conseguiu subir para sétimo.
 
No restante da corrida, Evans apenas veio controlando o ritmo para conseguir cruzar a linha de chegada na primeira colocação. O brasileiro da Jaguar Brazil chegou a ter um susto com Alice Powell, com ambos se tocando, mas garantiu o segundo posto. A piloto fechou em terceiro.
Simon Evans (Foto: Jaguar)

Saiba como foi a corrida 1 do Jaguar iPace eTrophy na Arábia Saudita: 

Os dez pilotos estavam na pista para a primeira corrida do Jaguar iPace eTrophy. Na Arábia Saudita, o tempo estava aberto e o sol se fazia presente no circuito, com o termômetro apontando 26ºC e o asfalto batendo 18ªC, com 5% de chance de chuva.

No primeiro grid de largada do campeonato, Simon Evans era quem saia da pole-position. Na segunda colocação vinha Sergio Jimenez, que vem na briga pelo bicampeonato na categoria elétrica. Mario Haberfeld, substituindo Cacá Bueno, começou em oitavo.

Após a volta de apresentação, largada autorizada em Ad Diriyah. Evans conseguiu manter a ponta do pelotão, com Jimenez tentando dar o salto, mas mantendo em segundo. No fundo do pelotão, um pequeno enrosco, mas sem incidentes. Haberfeld saltou para sétimo.

Com o início da prova completado, a ordem era Evans, Jimenez, Eaton, Powell, Zhang, Sun, Haberfeld, Algosaibi, Bal Hejailla e Juffali fechando os dez competidores que estavam na pista.

Restando 18 minutos para a bandeira quadriculada tremular na Arábia Saudita, Evans não só mantinha a ponta com mais de 3s8 de vantagem para Jimenez como ainda conseguiu passar pelo modo ataque e ganhar mais potência.

Em um ataque muito bem calculado, Alice conseguiu superar o #10. Enquanto isso, Jimenez, que estava no modo ataque, deu a investida em cima da #7, provocando um contato entre os dois carros e o brasileiro quase levando a pior, mas conseguindo retomar o segundo posto.

Sérgio Jimenez (Foto: Jaguar)
Com menos de sete minutos para o encerramento da corrida, a grande briga vista na pista era pela quarta colocação. Zhang vinha incansavelmente tentando superar Eaton, que fechava a porta para o rival.
 
Enquanto isso, na ponta do pelotão, Jimenez tinha menos de 1s de respiro para Powell, que tentava alcançar o brasileiro a medida que a corrida se aproximava para o fim. No final do grid, Haberfeld passou de décimo para oitavo.

Alice enfim conseguiu se aproximar de forma ameaçadora de Sergio, mas viu o #10 fechar a porta. A piloto então passou pela zona do modo ataque, mas perdeu terreno para o segundo colocado. Enquanto isso, o #9 enfim conseguiu tomar a quarta posição com um erro do #2, que abriu demais na curva.

Na última volta, Powell e Jimenez começaram a protagonizar um embate na pista. A #7 mais uma vez encostou no #10, encostando e chegar lado a lado, mas sem conseguir consumar a ultrapassagem. No fim, o brasileiro ficou em segundo atrás de Evans. Powell foi a terceira.

 

Paddockast # 43
QUAL FOI O MELHOR GP DO BRASIL QUE VOCÊ ASSISTIU?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube