FIA marca audiência sobre protesto da Porsche por desclassificação de Da Costa em Misano

António Félix da Costa venceu a corrida, mas foi notificado sobre a punição cinco horas depois da prova. Imediatamente, a Porsche decidiu apelar da decisão

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) marcou a data para analisar protesto da Porsche sobre desclassificação de António Félix Da Costa no eP de Misano 1 da Fórmula E, após vencer a corrida, realizada em abril. A audiência para analisar o caso acontecerá dia 9 de junho, em Paris.

Punido por uma mola no amortecedor do acelerador que não estava em conformidade com as regras, o português foi notificado apenas cinco horas depois da prova, e a equipe imediatamente indicou a intenção de apelar do resultado. A peça havia sido usada nos carros Gen2 e seguiu na primeira temporada do Gen3 pela dificuldade de fornecimento da Spark — que produz os chassis —, mas foi removida na temporada 2023-24.

A questão é que não houve um aviso oficial às equipes, e a peça simplesmente sumiu do relatório — que tem cerca de 140 páginas. A Porsche, então, manteve a mola no carro e o componente foi identificado logo após a vitória de Da Costa em Misano.

O departamento técnico da FIA entendeu que a equipe tinha a obrigação de estar nos conformes do regulamento e, mesmo sem ganho de rendimento, decidiu desclassificar o #13 da prova.

FÓRMULA E 2024, EPRIX DE MISANO, MISANO, ITÁLIA, CORRIDA 1, VITÓRIA, PORSCHE, ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA,
António Félix da Costa venceu em Misano, mas foi desclassificado horas depois (Foto: Porsche)

A decisão da entidade irritou a Porsche. Na época, o chefe da equipe, Florian Modlinger, chegou a insinuar que o time alemão recebia tratamento diferente da FIA. “Temos a impressão e o sentimento de que nem todas as equipes são tratadas igualmente pela FIA. Isso [igualdade] deve ser garantido para o futuro, para que todas as equipes sejam tratadas da mesma forma”, afirmou à TNT Sports. “Acho que é uma grande perda para nós, claro, mas também para a Fórmula E, porque essas punições são muito severas”, emendou.

Da Costa também fez duras críticas à FIA após a desclassificação. “​Não sou trapaceiro, ninguém aqui é trapaceiro, não gosto de trapaceiros e se houvesse uma vantagem de desempenho, eu seria o primeiro a dizer, mas não é o caso. Vamos onde isso vai dar”, esbravejou o português à revista inglesa Autosport.

“Tentem explicar a alguém como é que perdi a corrida, é impossível. As pessoas não entendem Não há nenhuma vantagem de desempenho, é literalmente um erro de número de série [da mola]”, continuou o piloto da Porsche. Para ele, as penalizações precisam ser mais claras “pelo bem do esporte”.

eP de Misano ficou marcado pela polêmica envolvendo FIA e Porsche (Foto: Fórmula E)

Fórmula E dá uma pausa e retorna com a rodada dupla do eP de Portland, entre os dias 29 e 30 de junho, a penúltima etapa da temporada. Todas as sessões de pista terão transmissão AO VIVO e COM IMAGENS nos canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube e no Kwai.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Formula E direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.