Fórmula E confirma contrato de cinco anos para sediar eP em São Paulo

Fórmula E confirmou a assinatura de contrato para sediar corrida em São Paulo. Vínculo tem cinco anos de extensão e pende aprovação do Conselho Mundial do Esporte a Motor

HAMILTON ESTÁ APENAS MAL OU FALTA DE SORTE TAMBÉM TOMOU CONTA NA FÓRMULA 1 2022?

A Fórmula E confirmou, nesta segunda-feira (2), a assinatura de contrato com a cidade de São Paulo para sediar um eP na cidade mais populosa do Brasil em 2023. Segundo a categoria elétrico, o vínculo é de cinco anos com opção de renovação.

A notícia do campeonato elétrico em São Paulo foi inicialmente divulgada por Gustavo Pires, presidente da SPTuris, pelas redes sociais. Ele esteve em Mônaco, no último fim de semana, para oficializar o vínculo. O Complexo do Anhembi, na Zona Norte, deve receber a pista. O calendário da temporada 2022-23 é esperado para ser divulgado em junho.

“Estamos felizes em anunciar que a Fórmula E vai ao Brasil pela primeira vez, dependendo da aprovação do Conselho Mundial do Esporte a Motor em junho. Este país tem longa e grande paixão pelo esporte a motor, é um grande mercado por ser um dos maiores países do mundo, e São Paulo em si é uma praça histórica das corridas”, declarou Alberto Longo, cofundador e diretor da Fórmula E.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sérgio Sette Câmara é um dos pilotos brasileiros da Fórmula E (Foto: Fórmula E)

“Mal podemos esperar para receber os fãs brasileiros. Eles são únicos e será uma atmosfera animada, pois os fãs desfrutam da Fórmula E com o salto em tecnologia e desempenho que veremos com o Gen3”, completou.

Não é a primeira vez que São Paulo é ligada com a Fórmula E. A cidade chegou a aparecer no calendário provisório da temporada 2017-18, mas foi substituída por Punta del Este, no Uruguai, com motivo de adiamento para 2019 pelo processo de privatização do Complexo do Anhembi. Porém, foi cancelada. 

Com o retorno de São Paulo, a Fórmula E volta a sediar corridas na América do Sul. A última visita foi em Santiago, no Chile, em janeiro de 2020, antes da pandemia de Covid-19 começar. Buenos Aires, na Argentina, foi outra praça a receber o campeonato.

O Brasil tem dois pilotos no grid atual da Fórmula E: Lucas di Grassi, campeão da temporada 2016-17, da Venturi, e Sérgio Sette Câmara, da Dragon Penske.

‘BOMBA VERSTAPPEN’ VAI FICAR DESARMADA COM MAIS VITÓRIAS COMO ÍMOLA NA FÓRMULA 1 2022?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar