Gutiérrez se surpreende com Gen2 e admite interesse em vaga da Mercedes

Esteban Gutiérrez foi à pista com o primeiro carro da Mercedes na história da Fórmula E e notou muitas diferenças do Gen2 para o antigo bólido, que conseguiu guiar por três corridas em 2017. No fim, deixou claro: está na briga por uma vaga no grid

Esteban Gutiérrez testou o carro com o qual a Mercedes irá participar da primeira temporada dela na Fórmula E. Enquanto o time ainda buscar os pilotos titulares, o mexicano afirmou que achou o Gen2 bem diferente do carro antigo da categoria e que está, sim, interessado numa das vagas do que chamou de "sua família".
 
Ex-F1, FE e Indy, Gutiérrez é desde o ano passado um dos pilotos de simuladores da Mercedes na F1. Entretanto, com a abertura oferecida, está disposto a voltar ao grid. Isso após aprovar o novo carro durante o teste que realizou na cidade espanhola de Maiorca. 
 
"O teste foi muito positivo. Fiquei surpreso com o carro na comparação ao da antiga geração. Foi uma grande oportunidade para conhecer a equipe, ver em que estado se encontra e ajudar com meu feedback, conhecer tudo e ver do que se trata, a sensação geral em todo o entorno", disse ao site francês 'Motorsport.com'.
Mercedes na Fórmula E (Foto: Mercedes/Twitter)

"O principal enfoque era em me adaptar, conhecer o carro, já que não tenho muita experiência na Fórmula E, apesar das corridas que fiz há dois anos de meio. Faz muito tempo", seguiu.

 
"Talvez o mais tenha me surpreendido tenha sido o comportamento no modo de classificação, porque mudam todas as referências: onde você freia, acelera e tem que se adaptar rapidamente. O carro é diferente ao da geração anterior, muito mais potente, e creio que há uma evolução radical dos sistemas e da tecnologia – e que vai seguir evoluindo", opinou.
 
"O manejo é muito diferente ao antigo, necessita de uma abordagem diferente. Desta forma, a Fórmula E aumentou de nível, profissionalismo e interesse", falou.
 
Gutiérrez participou de três corridas da Fórmula E em 2017, então na novata Techeetah. Foi aos pontos em duas das provas e anotou cinco pontos antes de deixar o campeonato por uma vaga como substituto do lesionado Sébastien Bourdais na Dale Coyne, da Indy.
 
"A situação não aconteceu por causa da categoria, nem pelos resultados – que até foram bons. E eu tinha a opção de seguir com a equipe, mas fui muito claro ao dizer que queria ter a liberdade de andar em diferentes categorias. Acredito que foi importante me dar esse tempo para testar diferentes coisas e avaliar o que eu queria fazer", contou.
 
Agora, entretanto, ele sabe o que quer. "Com a Mercedes envolvida na FE, é diferente. Construímos uma boa relação e definitivamente estou interessado em levá-la para outro nível. Ter a opção de provar isso dentro da minha família é algo que muito me interessa", finalizou. 
 
Apesar de não haver confirmação oficial, a Mercedes já sabe que terá Stoffel Vandoorne como um dos seus pilotos. Além de Gutiérrez e Vandoorne, também testaram os carros até aqui Gary Paffett, Edoardo Mortara – sob contrato com a Venturi – e Nyck de Vries, que também esteve em Maiorca. A equipe promete apresentar os pilotos e o carro no dia 11 de setembro, durante o Salão do Automóvel de Frankfurt.
 

Paddockast #29
ONE HIT WONDERS DO ESPORTE A MOTOR

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube