Heidfeld admite surpresa por terceiro lugar em Pequim e brinca: “Foi legal não bater dessa vez”

Nick Heidfeld ficou um tanto surpreso quanto a ficar na frente de uma das e.dams, uma das Audi ABT e das duas Virgin, por exemplo. O alemão teve seu lugar no pódio de Pequim negado há um ano, mas agora conseguiu subir

Demorou um ano, mas enfim Nick Heidfeld subiu ao pódio em Pequim. Neste sábado (24), o alemão teve uma excelente classificação e uma corrida sólida. Com o abandono de Nicolas Prost, o nêmesis de um ano atrás, o pódio ficou próximo. Ao segurar os carros vermelhos da Dragon, Heidfeld conseguiu manter o terceiro lugar.
 
Estreando pela Mahindra, Heidfeld foi melhor que Bruno Senna. Na classificação, garantiu um terceiro lugar na superpole. Quando largou, foi na aba de Sébastien Buemi e passou Prost. Depois, sem velocidade para chegar a Buemi, travou Lucas Di Grassi e Prost. Só foi ultrapassado pelo brasileiro quando ambos pararam nos boxes.
Nick Heidfeld (Foto: F-E)
Ele até passou Prost na volta e até o segurou por um tempo, mas quando o francês passou parecia acabado. Heidfeld ficaria com o quarto lugar na melhor das hipóteses. Só que Prost encontrou o muro e foi embora. Nick segurou os ataques de Loïc Duval e Jérôme D'Ambrosio para ficar no terceiro posto. 
 
"O terceiro lugar foi um pouco surpreendente, para ser honesto, porque depois de testar, pensamos que alguns outros estavam definitivamente mais rápidos. Conseguimos manter muitos carros atrás de nós, e eu não podia estar mais feliz pelo time, porque todo mundo trabalhou muito forte durante o verão europeu", afirmou o piloto. 
 
"Foi uma corrida muito apertada e o pessoal atrás de mim no fim tinha mais potência restante, o que fez da última volta bem divertida. Foi legal não bater dessa vez!", brincou Nick.
 
É um bom começo para a nova fase da Mahindra, assim como para a de Heidfeld mesmo. O time indiano entre com o pé direito no campeonato.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube