Di Grassi assina com Venturi para 2021/22 e adia aposentadoria na Fórmula E

Lucas Di Grassi agora é piloto da Venturi, formando dupla com Edoardo Mortara. O brasileiro encerra momento de incerteza que vinha desde o anúncio da saída da Audi do grid da Fórmula E

A Venturi escolheu Lucas Di Grassi para formar dupla com Edoardo Mortara (Vídeo: Venturi)

É oficial: Lucas Di Grassi segue na Fórmula E. O brasileiro foi anunciado nesta quarta-feira (15) como piloto da Venturi, completando dupla com Edoardo Mortara na temporada 2021/22.

Di Grassi chega como substituto de Norman Nato, que pouco fez no ano de estreia na Fórmula E. Em contrapartida, o companheiro Mortara brigou pelo título até o fim, vencendo corrida na temporada 2020/21 e terminando com o vice.

“Todos que me conhecem sabem o quanto sou competitivo. Guiar por uma equipe que sei que pode lutar na ponta e realmente disputar o campeonato é essencial para mim”, disse Di Grassi. “A Venturi foi simplesmente a melhor escolha e estou realmente feliz em fazer parte da equipe”, seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A Venturi brigou por título com Edoardo Mortara (Foto: Venturi)

“Acompanhei a Venturi desde a primeira temporada e sei que eles têm uma história forte em Mônaco. A equipe teve uma performance muito, muito boa na temporada passada. Dá para ver que a equipe progrediu muito nos últimos anos, o momento está aí e eles mostraram uma melhora clara em todas as áreas”, apontou.

“Edo teve uma temporada fantástica, realmente forte, lutando pelo título até o final. Em muitas oportunidades ao longo da temporada, competi contra os dois carros da Venturi e pude ver o quanto eles eram competitivos. Mas não é apenas uma questão de equipe, estou realmente feliz em guiar ao lado de Edo. Nos conhecemos há muito tempo, fizemos parte do programa da Audi, o respeito como piloto e ser humano. Ele é um piloto muito talentoso e um grande personagem, acho que vamos trabalhar muito bem juntos”, completou.

O anúncio encerra um momento de incerteza na carreira de Di Grassi. O brasileiro não sabia o que o futuro reservava desde a decisão da Audi de deixar a FE ao fim de 2020/21. Da parte de Lucas, ficou claro: caso não houvesse uma oportunidade em uma outra equipe competitiva, seria a hora de pendurar o capacete. O acordo com a Venturi adia, pelo menos por um ano, a aposentadoria.

Di Grassi chega à Venturi com um currículo invejável. O brasileiro foi campeão em 2016/17 e, até aqui, soma 12 vitórias, 36 pódios e 3 poles. Trata-se também de um dos apenas dois pilotos a disputar todos os ePs na ainda breve história da FE.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar